Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5821
Título: Cultivo de Tectona grandis L.f. no Estado do Espírito Santo
Autor(es): Guimarães, Mariana Abdalla Prata
Orientador: Chichorro, José Franklim
Coorientador: Costa, Reginaldo Brito da
Palavras-chave: Teca
Planejamento florestal
Inventário florestal
Melhoramento florestal
Teak
Forest planning
Forest inventory
Forest improvement
Data do documento: 3-Out-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O objetivo do trabalho foi gerar um mapa de zoneamento edafoclimático para teca no Estado do Espírito Santo, caracterizar seis povoamentos de teca no sul do Espírito Santo, e avaliar a variabilidade genética em progênies de Tectona grandis L.f. no município de Alegre, Estado do Espírito Santo. O trabalho foi dividido em três capítulos. No primeiro, utilizou-se a lógica Fuzzy, no ambiente de trabalho ArcGis 9.2/ArcMap®, a partir de informações de série história de precipitação acumulada anual, temperatura média do ar, déficit hídrico acumulado anual e textura dos solos. A partir da ferramenta IDW e Reclass geraram-se os mapas de cada fator, considerando os índices para teca. Através da sobreposição desses mapas, obteve-se o mapa de zoneamento edafoclimático. A região sul e o litoral centro-sul apresentaram aptidão ao cultivo da espécie. A região oeste foi classificada como apta com restrição, porém apresentou afloramentos rochosos, que foram mascarados pela metodologia. As regiões norte e serrana foram classificadas como apta com restrição, devido a fatores hídricos. No segundo capítulo, avaliou-se 6 povoamentos de teca nos municípios de Cachoeiro de Itapemirim, Muqui e Mimoso do Sul. Realizou-se a divisão dos povoamentos em parcelas de 9,0 m x 12,0 m, onde se avaliou 6 parcelas em cada povoamento, sorteadas ao acaso, anotando-se as variáveis: altura total, altura comercial, circunferência, ataque de pragas e doenças e presença de tortuosidades e galhos grossos no fuste. Os povoamentos da região são pequenos, e apresentaram médias baixas para as características avaliadas, mesmo estando localizadas em áreas aptas ao cultivo da espécie. Para o terceiro capítulo, utilizou-se como tratamento 50 progênies de meio-irmãos de teca, estabelecidas sob delineamento em blocos casualizados, no espaçamento 3,0 m x 2,0 m. O monitoramento foi realizado aos 6 e 12 meses após o plantio, onde avaliaram-se: i) diâmetro da base do caule; ii) altura total das plantas; e iii) sobrevivência. As variáveis foram analisadas usando-se a metodologia de modelo linear misto uni e multivariado, com os programas SELEGEN-REML/BLUP e Genes. Verificou-se baixa variabilidade genética e correlação para todos os caracteres aos 6 e 12 meses, que pode ser atribuída à restrita base genética, à localização do experimento ou à idade das plantas. As progênies 15, 20, 21 e 41 foram superiores no Rank-Médio para todos os caracteres avaliados
The objective was to create a map of zoning edaphoclimatic for teak in Espírito Santo, characterize six teak stands in southern Espírito Santo, and evaluate the genetic variability in progenies of Tectona grandis Lf in the municipality of Alegre, state of Espírito Santo. The work was divided into three chapters. At first, we used the fuzzy logic, in the desktop ArcGIS 9.2/ArcMap®, from time series of accumulated rainfall annual average, air temperature, water deficit accumulated annual and texture of soils. From the IDW and Reclass tool were generated maps of each factor, considering the indexes for teak. By overlaying these maps, we obtained the map of zoning edaphoclimatic. The southern and south central coastal showed aptitude for the cultivation of the species. The western region was classified as suitable restriction, because of the had rocky outcrops, but were masked by the methodology. The mountainous and north regions were classified as able-restricted, due to water factors. In the second chapter, we evaluated six teak stands in the municipalities of Cachoeiro de Itapemirim, Muqui and Mimoso do Sul. The stands were divided in plots of 9,0 m x 12,0 m, and evaluated 6 plots in each stand, randomly selected, noting the variables: total height, merchantable height, circumference, attack of pests and diseases and the presence of thick branches and twisting on the shaft. The stands of the region are small, and showed low values to characteristics evaluated, despite being located in areas suitable for the cultivation of the species. In the third chapter, it was used as treatment 50 progenies of half-brothers teak, established in a randomized block design, spaced 3,0 m x 2,0 m. The monitoring was conducted at 6 and 12 months after planting, where it was evaluated: i) the diameter of the stem base, ii) total height and iii) survival. The variables were analyzed using the methodology of mixed linear model univariate and multivariate, through of the SELEGEN-REML/BLUP and Genes programs. There was low correlation and low genetic variability for all characters at 6 and 12 months, which can be attributed to genetic basis restricted, to the soil used in the experiment or the age of the plants. The progenies 15, 20, 21 and 41 were higher in Medium-Rank for all traits
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5821
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Marianna Abdala Prata Guimaraes.pdf1.23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.