Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5922
Título: Prevalência de Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis em homens atendidos em clínicas de DST de seis capitais brasileiras
Autor(es): Barbosa, Marcelo Joaquim
Orientador: Miranda, Angelica Espinosa Barbosa
Palavras-chave: Chlamydia trachomatis
Neisseria gonorrhoeae
Fatores de risco
Estudo multicêntrico
DST
Chlamydia trachomatis
Neisseria gonorrhoeae
Risk factors
Multicentric study
STD clinic
Data do documento: 12-Jul-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: BARBOSA, Marcelo Joaquim. Prevalência de Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis em homens atendidos em clínicas de DST de seis capitais brasileiras. 2010. 70 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Doenças Infecciosas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2010.
Resumo: Objetivos: Determinar a prevalência de Neisseria gonorrhoeae (NG) e Chlamydia trachomatis (CT) e identificar fatores demográficos, comportamentais e clínicos correlacionados a essas infecções em homens atendidos em seis clínicas de DST no Brasil. Métodos: Estudo multicêntrico, em corte transversal realizado em homens que procuraram atendimento em clínicas de DST. O estudo incluiu clínicas de DST em seis cidades distribuídas nas cinco macrorregiões do Brasil, 2004/2005. Metodologia: Coletou-se 20 ml do primeiro jato de urina para testar NG e CT por DNA-PCR. Resultados: Um total de 767 (92,9%) homens foi incluído no estudo. A mediana de idade foi de 24 (DIQ21 30) anos. A prevalência de infecção por CT foi 13,1% (IC95% 10,7%-15,5%) e por NG 18,4% (IC95% 15,7%-21,1%). A prevalência de coinfecção foi 4,4% (IC95% 2,95%-5,85%). Os fatores identificados como sendo independentemente associados com a infecção por clamídia no modelo final de regressão logística foram: ser jovem (15-24 anos) [OR=1,4 (IC95% 1,01-1,91)], apresentar corrimento uretral ao exame [OR=4.8 (IC95% 1,52-15,05)], verrugas genitais [OR=3,0 (IC95% 1,49-5,92)] e história prévia de corrimento uretral [OR=2,4 (IC95% 1,11-5,18)]. As variáveis associadas com gonorréia foram: ser jovem (15-24 anos) [OR=1,5 (IC95% 1,09-2,05)], apresentar corrimento uretral ao exame [OR=9,9 (IC95% 5,53-17,79)], verrugas genitais [OR=18,3 (IC95% 8,03-41,60)] e úlcera ao exame clínico [OR=4,9 (IC95% 1,06-22,73)]. Conclusões: Estes resultados mostram implicações importantes na realização de diagnóstico e tratamento precoces para evitar a transmissão, complicações e implementação de medidas de educação em saúde direcionadas aos homens e deve ser estimulado o oferecimento de testes para DST na rotina dos nos serviços.
Objectives: To determine the prevalence of Neisseria gonorrhoeae(NG) and Chlamydia trachomatis (CT) infections and identified demographic, behavioral, and clinical correlates of these infections in men attending six STI clinics in Brazil. Methods: Multicentric, cross-sectional study performed among men attending STI clinics in Brazil. The study included STD clinics in six diverse cities in the five geographic regions of Brazil in 2005. Patients provided 20 ml of first catch urine for testing for NG and CT by DNA-PCR. Results: A total of 767 (92.9%) men were included in the study. The median age was 24 (IQR 21 30) years old. Prevalence of Chlamydia infection was 13.1% (95%CI 10.7%-15.5%) and gonorrhea was 18.4% (95%CI 15.7%-21.1%). Coinfection prevalence was 4.4% (95%CI 2.95%-5.85%) in men who sought assistance in STI clinics. Factors identified as being independently associated with Chlamydia trachomatis in the final multiple logistic model were being younger (15-24) [OR=1.4 (95%CI 1.01-1.91)], present urethral discharge [OR=4.8 (95%CI 1.52-15.05)], genital warts [OR=3.0 (95%CI 1.49-5.92)] and previous history of urethral discharge [OR=2.4 (95%CI 1.11-5.18)]. Variables associated with gonorrhea were being younger (15 to 24) [OR=1.5 (95%CI 1.09-2.05)], presence of urethral discharge [OR=9.9 (95%CI 5.53-17.79)], genital warts [OR=18.3 (95%CI 8.03-41.60)] and ulcer in clinical examination [OR=4.9 (95%CI 1.06-22.73)]. Conclusions: These findings have important implications for implementing education and prevention efforts directed toward men at risk of HIV/STD. A venue-based approach to offer routinely testing to men in STD clinic should be stimulated.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5922
Aparece nas coleções:PPGDI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Marcelo Joaquim Barbosa.pdf481.75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.