Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/615
Título: Ascetismo, gênero e poder no Baixo Império Romano : Paládio de Helenópolis e o status das devotas cristãs
Título(s) alternativo(s): Asceticism, gender and power in the Late Roman Empire : Palladius and the status of the holy women
Autor(es): Silva, Gilvan Ventura da
Palavras-chave: Baixo Império Romano
Ascetismo feminino
Palladius, Bispo de Aspuma, m.ca.430
Late Roman Empire
Palladius, Bishop of Aspuna, m.ca.430
Female asceticism
Data do documento: 2007
Citação: SILVA, Gilvan Ventura da. Ascetismo, gênero e poder no Baixo Império Romano: Paládio de Helenópolis e o status das devotas cristãs. História, Franca, v. 26, n. 1, p. 82-97, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/his/v26n1/a06v26n1.pdf>. Acesso em: 15 mar. 2011.
Resumo: As diversas modalidades de ascetismo feminino que vigoraram nas comunidades cristãs ao longo dos três primeiros séculos do Império tenderão a se integrar numa nova experiência religiosa que começa a se esboçar por volta de 270 para alcançar uma expansão considerável no final do Mundo Antigo: o monacato. Mediante a análise da História Lausíaca, de Paládio de Helenópolis, obra escrita por volta de 420, investigamos a posição social das ascetas e o tipo de atuação que desempenharam no interior de um movimento dominado pelos homens, como foi o movimento monástico. Além disso, analisamos a capacidade das mulheres de exercer alguma modalidade de poder no âmbito das suas comunidades locais em comparação aos homens divinos cristãos do Baixo Império.
ABSTRACT The several kinds of female asceticism observed in the Roman Empire during the first three centuries A.D. will be gathered in a new religious experience that begins around 270 A.D.: the monasticism. Throughout the analysis of the Lausiac History, written by Palladius, bishop of Hellenopolis, in Bitinia, we aim at researching about the female ascetics social position and their actions as monastic movement members. Besides, we reflect over the kind of power women could exercise in their local communities compared with the holy men.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/615
ISSN: 1980-4369
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a06v26n1.pdf94.67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons