Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6269
Título: Passagem da religião grega e do mundo romano ao cristianismo na Fenomenologia do Espírito de Hegel
Autor(es): Silva Junior, João Batista da
Orientador: Luchi, José Pedro
Data do documento: 13-Dez-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SILVA JUNIOR, João Batista da. Passagem da religião grega e do mundo romano ao cristianismo na Fenomenologia do Espírito de Hegel. 2012. 94 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Resumo: A presente dissertação analisa a interpretação hegeliana da passagem da religião grega e do mundo romano ao cristianismo, que a Fenomenologia do Espírito apresenta. Para Hegel, o princípio racional de organização da diversidade aparentemente desconexa de religiões no tempo e no espaço nãodeve sera consciência de uma essência absoluta transcendente, mas o Absolutoenquanto unidadedaconsciência com a consciência de si do espíritoalcançada por meio do movimento figurativo da religião que vai da representação até a consumação do seu conceito. Após analisarmos as contradições internas entre a consciência de si emergente, na Tragédia, e a consciência ética, com a consequente dissolução da pólis grega e dos deuses éticos, e a passagem da religião da arte para o mundo romano, voltamos nossa atenção para a situação de direito, onde a liberdade ética se torna universal porém abstrata e carente de espírito. Um novo patamar será alcançado com a identificação vivente do Si do espírito com a sua universalidade, na religião manifesta, o Cristianismo.
This dissertationanalyzes theHegelianinterpretationof the passageof Greek religionandRoman worldto Christianity, thePhenomenology ofSpiritfeatures. ForHegel, the rational principleof organization of diversityofreligionsseeminglydisjointedin time andspaceshould not bethe consciousness of atranscendentabsolute essence, butasthe absoluteunity of consciousnesswithself-consciousnessof spiritachievedthrough movementfigurativeof religionthat goesuntil the endof the representationof yourconcept. After reviewingthe internal contradictionsbetweenself- consciousnessemergingin tragedy, andethical awareness, with the consequentdissolution of theGreek polisandethicalgods, and the passageof the religion ofRomanartto the world, we turn our attentiontothe situationof law,where freedombecomesuniversalethicbutabstractand lacking inspirit. A new levelwill be achieved withthe identificationofSi's livingspiritwith hisuniversalitymanifests itselfin religion, Christianity.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6269
Aparece nas coleções:PPGFIL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Joao Batista Jr.pdf662.68 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.