Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6429
Título: Lirismo e testemunho na poesia de Nicolas Behr
Autor(es): Dória Júnior, Evaldo Figueiredo
Orientador: Salgueiro, Wilberth Claython Ferreira
Data do documento: 31-Mar-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: DÓRIA JÚNIOR, Evaldo Figueiredo. Lirismo e testemunho na poesia de Nicolas Behr. 2010. 98 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2010.
Resumo: Este trabalho tem o propósito de estudar e estender as noções de testemunho na literatura, a partir de textos relativos ao genocídio ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial, de 1939 a 1945, e de textos relativos aos sangrentos anos ditatoriais no Brasil militarizado dos anos 1960 e 70. A hipótese, na esteira de autores como Giorgio Agamben e Márcio Seligmann-Silva, é detectar um teor testemunhal na obra poética de Nicolas Behr, obra que se inicia na década de 1970, continua nos anos 2000 e tem como traço marcante a presença da cidade de Brasília e, por extensão, uma vasta simbologia política que dela emana.
This work aims to study and extend the concepts of evidence in the literature, from texts related to genocide during World War II, from 1939 to 1945, and provisions on the bloody years in Brazil militarized dictatorships of the 1960s and 70. The hypothesis, in the wake of authors such as Giorgio Agamben and Márcio Seligmann-Silva, is to detect an actual witness the poetry of Nicolas Behr, a work that begins in the 1970s, continues in 2000 and has the striking feature of the present city Brasilia and, by extension, a vast political symbolism thereunder.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6429
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Evaldo Figueiredo Doria Junior.pdf579.97 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.