Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6553
Título: Óxido de magnésio, gesso e micronutrientes como fertizante granulado em coffea canephora
Autor(es): Altoé, Arieli
Orientador: Andrade, Felipe Vaz
Coorientador: Passos, Renato Ribeiro
Palavras-chave: Adubação
Café conilon
Cálcio
Magnésio
Micronutrientes
Fertilization
Coffea conilon
Calcium
Magnesium
Micronutrients
Data do documento: 28-Fev-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ALTOÉ, Arieli. Óxido de magnésio, gesso e micronutrientes como fertizante granulado em coffea canephora. 2013. 71 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnica; Recursos Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2013.
Resumo: O calcário dolomítico ainda é a fonte mais utilizada para atender a demanda do cafeeiro em magnésio, havendo necessidade do desenvolvimento de fertilizantes que sejam fontes economicamente viáveis de magnésio para adubações de reposição anual deste elemento. Este trabalho teve por objetivo avaliar, em experimentos conduzidos em casa de vegetação e campo, a utilização de óxido de magnésio associado ao gesso agrícola e a micronutrientes (zinco e boro), na forma de fertilizante granulado, na cultura do cafeeiro conilon (Coffea canephora). Os seguintes tratamentos foram aplicados: controle sem adubação; NPK; NPK + gesso agrícola; NPK + óxido de magnésio; NPK + gesso/MgO (70/30); e NPK + gesso/MgO (70/30) + Zn + B. No experimento em casa de vegetação os teores mais elevados de cálcio, magnésio e zinco no solo são nos tratamentos com aplicação de gesso agrícola, dos granulados gesso/MgO (70/30) e gesso/MgO (70/30) + Zn + B, respectivamente; a aplicação de gesso agrícola promove maiores conteúdos de cálcio e maior produção de matéria seca; os maiores conteúdos de magnésio são obtidos com a aplicação do granulado gesso/MgO (70/30); a aplicação do granulado gesso/MgO (70/30) + Zn + B não proporciona maiores conteúdos de Zn; e os maiores conteúdos de B nas folhas e nos caules são encontrados no tratamento gesso/MgO (70/30) + Zn + B. No experimento em campo, os valores de pH e os teores de magnésio no solo são superiores nos tratamentos com aplicação de óxido de magnésio e na associação de óxido de magnésio ao gesso e a micronutrientes; os teores foliares de Ca, Mg, Zn e B, aos 180 dias após aplicação dos tratamentos, se encontram nas faixas adequadas para o café conilon em produção; e os tratamentos com aplicação do granulado gesso/MgO (70/30) e gesso/MgO (70/30) + Zn + B tendem a maiores produtividades de café
The dolomitic limestone is still the most used source to meet the demand of coffee in magnesium, requiring the development of fertilizers that are economically viable sources of magnesium fertilizers for annual replacement of this element. This study aimed to evaluate, in experiments conducted in the greenhouse and field, the use of magnesium oxide associated with phosphogypsum and micronutrients (zinc and boron) in the form of granulated fertilizer, conilon in coffee (Coffea canephora) . The following treatments were applied: control without fertilizer; NPK; NPK + phosphogypsum; NPK + magnesium oxide; NPK + phosphogypsum/MgO (70/30); and NPK + phosphogypsum/MgO (70/30) + Zn + B. In a greenhouse experiment in the higher levels of calcium, magnesium and zinc in the soil are in the treatments with application of phosphogypsum, of granulated phosphogypsum/MgO (70/30) and phosphogypsum/MgO (70/30) + Zn + B, respectively; the application of phosphogypsum shows higher calcium content and higher dry matter production; the higher content of magnesium are obtained with the application of granulated phosphogypsum/MgO (70/30); the application of granulated phosphogypsum/MgO (70/30) + Zn + B do not provides higher contents of Zn; and the higher content of B in leaves and stem are found in the treatment phosphogypsum/MgO (70/30) + Zn + B. In the field experiment the values of pH and magnesium in the soil are higher in treatments with application of magnesium oxide and magnesium oxide combination of the phosphogypsum and micronutrients, the foliar contents of Ca, Mg, Zn and B, to 180 days after treatment application, the tracks are suitable for conilon coffee production; and treatments with application of granulated phosphogypsum/MgO (70/30) and phosphogypsum/MgO (70/30) + Zn + B tend to higher yields of coffee
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6553
Aparece nas coleções:PPGPV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Arieli Altoe.pdf869.49 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.