Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6734
Título: Os modos de vida da população de rua: narrativas e andanças nas ruas de Vitória
Autor(es): Kunz, Gilderlandia Silva
Orientador: Heckert, Ana Lucia Coelho
Coorientador: Carvalho, Silvia Vasconcelos
Palavras-chave: População em situação de rua
Políticas públicas
Modos de vida
Direitos sociais
Homeless population
Public policies
Ways of life
Human rights
Data do documento: 25-Set-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: KUNZ, Gilderlandia Silva. Os modos de vida da população de rua: narrativas e andanças nas ruas de Vitória. 2012. 133 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Institucional) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Resumo: A presente dissertação objetivou estudar os modos de vida da população em situação de rua que habita a cidade de Vitória/Espírito Santo. A pesquisa que desenvolvemos abarcou três etapas: uma primeira etapa, que designamos como um estudo exploratório, realizada na região central da cidade de Vitória/ES, visou uma aproximação com os grupos de moradores de rua para mapear as políticas formais e informais que atravessam a vida nas ruas; uma segunda etapa que objetivou o mapeamento dos grupos em situação de rua na cidade de Vitória, destacando as paisagens urbanas nas quais esta população efetua relações sociais; uma terceira etapa em que, a partir do mapeamento efetuado, foram definidos os grupos com os quais estabelecemos conversas, visando focalizar as táticas e astúcias que a população em situação de rua tece em seu cotidiano. Destacamos que a pesquisa permitiu perceber que a população de rua reinventa espaços e objetos em seu cotidiano de vida nas ruas, driblando proibições e limites, re-significando objetos, lugares e usos, bem como produzindo desenhos variados no tecido urbano. A pesquisa também evidenciou as práticas de intolerância e violência contra a população em situação de rua, bem como a violação de seus direitos sociais e políticos
This work aimed to study the ways of life of the homeless population that inhabits the city of Vitoria/Espírito Santo. The research we developed encompassed three stages: a first stage, which we designate as an exploratory study, conducted in the downtown area of Vitória/ES, aimed to get closer from the groups of homeless people to map the formal and informal policies that cross the life in the streets; a second stage aimed to map the groups on the streets in the city of Vitória, highlighting the urban landscapes in which this population makes social relations; a third stage in which, from the mapping done, the groups were defined from which we selected the homeless people we talked to, in order to give visibility to the tactics and gimmicks that they weave into their daily life. We emphasize that the research provided to notice that the homeless population reinvents spaces and objects in their daily life on the streets, dodging bans and limits, re-signifying objects, places and uses, as well as producing various designs in the urban tissue. The survey also highlighted the practices of intolerance and violence against the homeless population, as well as the violation of their social and political rights
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6734
Aparece nas coleções:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Gilderlandia Silva Kunz.pdf2.07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.