Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6843
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorJESUS, D. M.
dc.date.accessioned2018-03-22T14:56:26Z-
dc.date.available2018-02-21
dc.date.available2018-03-22T14:56:26Z-
dc.identifier.citationBREGONCI, A. M., CARTOGRAFANDO A EDUCAÇÃO DE SURDOS, DEFICIENTES AUDITIVOS E SURDOCEGOS NA REGIÃO DO CAPARAÓ CAPIXABA/ESpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/6843-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleCARTOGRAFANDO A EDUCAÇÃO DE SURDOS, DEFICIENTES AUDITIVOS E SURDOCEGOS NA REGIÃO DO CAPARAÓ CAPIXABA/ESpor
dc.typedoctoralThesisen
dc.contributor.memberJorn Seemann
dc.contributor.memberFRANSCISCHETTO, G. P. P.
dc.contributor.memberLACERDA, C. B. F. D.
dc.contributor.memberOLIVEIRA, E. C.
dc.contributor.memberALVES, E. P.
dcterms.abstractO presente trabalho dedicou-se a cartografar a educação de surdos, deficientes auditivos e surdocegos na região do Caparaó Capixaba/ES, procurando identificar e problematizar as políticas e práticas da Educação Especial envolvendo este público nas escolas locais inclusivas/bilíngues. Para desenvolver esta pesquisa, realizamos uma cartografia simbólica, considerando as categorias escala, projeção e símbolo/simbolização a partir da abordagem das Epistemologias do Sul na perspectiva teórica de Boaventura de Sousa Santos, elaborando reflexões com base na sociologia das ausências, sociologia das emergências e do trabalho de tradução, com a intenção de criar zonas de inteligibilidade mútua. Nessa direção, produzimos uma cartografia literária e documental; analisamos as políticas locais/regionais da rede estadual e das redes municipais quanto a educação das pessoas surdas, deficientes auditivas e surdocegas; mapeamos as escolas que possuem estudantes surdos, com deficiência auditiva e surdocegueira nos diferentes municípios que compõe a região e procuramos conhecer a trajetória desses estudantes mais de perto em dois municípios. Os resultados encontrados mostram que a produção sobre esta temática no estado do Espírito Santo é recente e que a legislação tem se materializado de diferentes formas nos municípios do Caparaó/ES. Outro ponto éque os números do censo são preocupantes, pois se considerarmos o número de pessoas com deficiência no Brasil, dentre elas os surdos, deficientes auditivos e surdocegos, temos muitas pessoas fora da escola. Contudo, apesar de todas as dificuldades encontradas por ser uma região não-hegemônica, o que tem sido desenvolvido pelos professores especialistas, intérpretes de Educacionais e Instrutores Surdos na região do Caparaó Capixaba/ES, nos mostra uma grande potência que emerge das práticas educativas-escolares.por
dcterms.creatorBREGONCI, A. M.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2017-12-19
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseDoutorado em Educaçãopor
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11672_tese.pdf2.24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.