Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6858
Título: Análise dos papéis desempenhados pela gestão de pessoas no Instituto Federal do Espírito Santo
Autor(es): Leal, Lara de Sá
Orientador: Amaro, Rubens de Araújo
Data do documento: 3-Jan-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LEAL, L. S., Análise dos Papéis Desempenhados pela Gestão de Pessoas no Instituto Federal do Espírito Santo.
Resumo: A área Gestão de Pessoas assume grande importância em instituições públicas, uma vez que suas atividades impactam a vida funcional de todos os seus servidores. Diante disso, esta pesquisa teve como objetivo apresentar uma análise da qualidade e dos papéis desempenhados pela área de Gestão de Pessoas do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES). Tendo como base o modelo de Múltiplos Papéis de Dave Ulrich (1999), buscou-se analisar a percepção dos servidores do IFES quanto aos papéis desempenhados pela Gestão de Pessoas, incluindo as ênfases na atuação (papéis) e a qualidade com que cada papel é desempenhado. Foi realizada uma pesquisa de natureza quanti-qualitativa, tipificada como comparativa e descritiva. Os procedimentos de campo envolveram o envio de questionários com questões abertas e fechadas aos servidores do instituto. As análises foram realizadas quantitativamente utilizando estatísticas descritivas e o teste ANOVA e as análises qualitativas foram realizadas com a codificação das respostas, conforme Gibbs (2009). Os resultados apontaram para a percepção de uma média qualidade dos serviços prestados pela Gestão de Pessoas, com divergências significativas e algumas similaridades nas avaliações sobre os papéis desempenhados de acordo com os perfis dos respondentes. O papel de especialista administrativo foi o mais bem avaliado e o papel de agente de mudanças recebeu a pior avaliação. De acordo com os problemas identificados, são indicadas sugestões para a melhoria nos serviços prestados pela área. Por fim, registra-se que esta dissertação desenvolveu-se em consonância à linha de pesquisa Gestão de Operações no Setor Público
The Human Resource Management area assumes great importance in public institutions, since its activities impact the functional life of all its employees. The purpose of this research was to present an analysis of the quality and the roles played by the Human Resource Management area of the Instituto Federal do Espírito Santo (IFES). Based on Dave Ulrich's (1999) multiple roles model, sought to analyze perception of IFES employees about roles played of Human Resource Management, including as emphasis on performance (role) and quality with each roler is played. A quantitative and qualitative research was carried out, typified as comparative and descriptive. The procedures of data collection involved the sending of questionnaires with open and closed questions to the institute's employees. The analyzes were performed quantitatively, using descriptive statistics and the ANOVA test and for qualitative analyzes were performed with a coding of the responses, according to Gibbs (2009). The results pointed to the perception of an average quality of services provided by the Human Resource Management, with differences and some similarities in the evaluations on the roles performed according to the profiles of the respondents. The role of administrative expert was the best evaluated and the role of change agent was the worse evaluated. According to the identified problems, suggestions for improvement in the services provided by the area are indicated. Finally, it is recorded that this dissertation was developed in line with the line of research Management of Operations in the Public Sector
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6858
Aparece nas coleções:PPGGP - Dissertações de mestrado profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11240_DISSERT FINAL LARA DE SA LEAL.pdf1.29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.