Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6894
Título: Análise de Desempenho do Satélite TRMM na Estimativa de Precipitação Sobre a Região Hidrográfica do Rio Itapemirim
Autor(es): ALMEIDA, K. N.
Orientador: REIS, J. A. T.
Data do documento: 20-Dez-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ALMEIDA, K. N., Análise de Desempenho do Satélite TRMM na Estimativa de Precipitação Sobre a Região Hidrográfica do Rio Itapemirim
Resumo: Existem diferentes obstáculos para a condução de estudos que busquem caracterizar o regime de precipitações de uma determinada região como, por exemplo, baixa densidade de postos pluviométricos e pluviográficos, falhas em séries históricas, dificuldades no acesso ao local de monitoramento da precipitação e necessidade de manutenção de operador. Neste contexto, o uso do sensoriamento remoto representa-se como alternativa para caracterização do regime de chuvas e apropriação de volumes precipitados. O presente trabalho avalia as estimativas de totais anuais precipitados, totais mensais precipitados e totais mensais precipitados de longo período, além de avaliar a ocorrência de chuvas na região hidrográfica do rio Itapemirim, principal curso d água da porção sul do estado do Espírito Santo, Brasil. Para a condução do estudo foi utilizado o produto 3B42, versão 7, do satélite Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM), satélite desenvolvido por meio de uma parceria entre a National Aeronautics and Space Administration (NASA) e a Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA). Foram utilizadas séries históricas entre os anos de 1998 e 2015 de 14 postos pluviométricos instalados e em operação na região hidrográfica do rio Itapemirim, além de imagens orbitais do satélite TRMM para uma malha espacial de 25 km. Para a condução da análise quantitativa e de ocorrência de precipitações foram utilizados os parâmetros recomendados pelo International Precipitation Working Group (IPWG). A análise quantitativa indicou que a utilização das imagens do satélite TRMM apresentou-se como alternativa eficiente para a apropriação de totais anuais precipitados, totais mensais precipitados e totais mensais precipitados de longo período. Já a análise de ocorrência indicou que o satélite possui capacidade de registrar corretamente um dia chuvoso ou um dia de estiagem em cerca de 50% dos casos e eficiência total de mais 70% na identificação da ocorrência de chuva. Ainda que consideradas satisfatórias, as respostas obtidas a partir da manipulação das imagens de satélite associadas aos períodos secos apresentaram menor qualidade.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6894
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11642_Disserta__o Final Mestrado Karinnie Nascimento de Almeida.pdf4.19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.