Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6903
Título: Influência do tempo de detenção hidráulica e da profundidade no desempenho de lagoas de alta taxa aplicadas ao pós-tratamento de efluente de reatores UASB
Autor(es): Lopes, Nattália Tose
Orientador: Gonçalves, Ricardo Franci
Coorientador: Antunes, Paulo Wagnner Pereira
Data do documento: 21-Dez-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa apresenta como objetivo a avaliação do desempenho de Lagoas de Alta Taxa (LAT) para o pós tratamento de efluentes anaeróbios provenientes de reatores do tipo UASB. O desempenho das LATs foi analisado levando em consideração a influência das características geométricas e das condições operacionais na produção de microalgas, bem como a eficiência de remoção de matéria orgânica, nutrientes e microrganismos patogênicos. Foram avaliados nas lagoas 2 (dois) Tempos de Detenção Hidráulico (TDH), de 3 e 6 dias, e 3 (três) profundidades úteis, de 30, 45 e 60 cm. As eficiências na remoção das espécies reduzidas de nitrogênio (NTK, N-NH4 + ) mostraram-se influenciadas pela profundidade útil. Os percentuais de remoção máximos obtidos foram de 48% em termos de nitrogênio total e 23% para o fósforo. A concentração de Sólidos Suspensos Voláteis (SSV), para estimar a produção de microalgas na LAT, alcançou valores em torno de 132 ± 32,4 mg/L. A produtividade de microalgas por unidade de área para o TDH de 3 dias alcançou valores mais elevados que para o TDH de 6 dias, devido a maior aplicação de carga de nutrientes/m2 , com uma produtividade média de 20 g/m2d. Em decorrência da maior produção de microalgas, no TDH de 3 dias, ocorreu uma maior assimilação de nutrientes pelas microalgas, quando comparado à etapa com TDH de 6 dias. Porém, o principal mecanismo de remoção de nutrientes foi atribuído à volatilização da amônia e à precipitação de fosfatos, para ambos os TDHs. Para a remoção de coliformes termotolerantes, notou-se, que o TDH foi o fator de maior influência.
This research presents as objective the evaluation of the performance of High Rate Ponds (HRP) used as post treatment of UASB reactors effluent. The performance of HRP was analyzed considering the influence of the geometric characteristics and the operational conditions on the microalgae production, as well as the efficiency of the removal of organic matter, nutrients and pathogenic microorganisms. Two Hydraulic Retention Times (HRT), of 3 and 6 days, and three useful depths of 30, 45 and 60 cm were evaluated in the ponds. The efficiencies of nitrogen series (NTK, N-NH4 + ) removal were affected by the useful depth. The maximum removal percentages obtained were 48% in terms of total nitrogen and 23% for phosphorus. The concentration of Volatile Suspended Solids (VSS), to estimate the microalgae production in the HRL, reached values around 132 ± 32.4 mg/L. The microalgae productivity per unit area for the 3-day HRT reached values higher than for the 6-day HRT, due to the higher application of nutrient/m2 load, with an average productivity of 20 g/m2d. Due to the higher production of microalgae with HRT of 3 days, there was a greater assimilation of nutrients by the microalgae, when compared to the stage with HRT of 6 days. Although, the main nutrients removal mechanism was attributd to the ammonia volatilization and phosphates precipitation, for both HRT. For the thermotolerants coliforms removal, it was noted that the HRT was a factor of major influence.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6903
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11602_Dissertação_ Nattália Tose Lopes.pdf2.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.