Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6927
Título: Influência da indução do amadurecimento e caracterização pós-colheita de frutos de genótipos de bananeira.
Autor(es): Oliveira, Gislane Chaves
Orientador: Costa, Adelaide de F. Santana da.
Coorientador: Balbino, José M. de S.
Data do documento: 11-Jan-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIVEIRA, Gislane Chaves. Influência da indução do amadurecimento e caracterização pós-colheita de frutos de genótipos de bananeira. 2017. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais, 2017-01-11. pag 76.
Resumo: O Brasil ocupa a posição de quinto maior produtor mundial de banana, sendo uma das frutas mais consumida no mundo. O padrão de qualidade dos frutos a partir da colheita é um dos grandes desafios da bananicultura brasileira, interferindo diretamente na valorização deste produto no mercado interno e na exportação desta fruta. Este trabalho avaliou a influência que a indução ao amadurecimento na póscolheita, pode causar em frutos de genótipos de bananeira, e a caracterização físicoquímica após a climatização. O primeiro experimento avaliou a influência da indução do amadurecimento, com e sem etileno, utilizando-se duas cultivares, Pratinha e Pacovan, e dois períodos de análise dos frutos, após a colheita: maduro ou completamente amarelo (E1) e bom para o consumo (E2). Foram avaliadas as características: evolução do amadurecimento, perda de peso, firmeza da polpa, Sólidos Solúveis (SS), pH, Acidez Titulável (AT) e a Relação (SS/AT). O segundo experimento, teve o objetivo de caracterizar os frutos após a climatização, com quatro cultivares de banana: Pratinha, Japira, Vitória e Pacovan e dois níveis de maturação: maduro (E1) e bom para o consumo (E2). Nesses estágios foram avaliadas as características: Evolução do Amadurecimento, Perda de Peso, Comprimento, Diâmetro, Espessura da casca, Firmeza e pH da polpa, Sólidos Solúveis (SS), Acidez titulável (AT) e Relação SS/AT. A indução do amadurecimento com etileno exógeno aplicado as variedades de banana, proporcionou um amadurecimento mais rápido e uniforme, oferecendo melhores condições para comercialização. Além de características como frutos mais firmes, menor acidez titulável, e maior relação SS/AT o que identifica precisamente a qualidade do fruto. A aplicação de etileno exógeno foi um importante tratamento pós-colheita, que influenciou positivamente na qualidade dos frutos. No segundo experimento, as variedades Japira e Vitória apresentaram as melhores característica agronômicas, tais como frutos mais firmes, teores de sólidos solúveis determinados desde o primeiro estágio, além de estas variedades terem apresentado características superiores, ainda atendem as exigências da Segurança Alimentar, por serem cultivares resistentes as principais doenças que ameaçam as bananiculturas do território nacional.
Brazil is the fifth largest producer of banana in the world, one of the most consumed fruits in the world. The fruit quality standard from the harvest is one of the great challenges of Brazilian banana farming, directly interfering in the valorization of this product in the domestic market and the export of this fruit. This work evaluated the influence of post-harvest ripening induction on fruits of banana genotypes and the physical-chemical characterization after the climatization. The first experiment evaluated the influence of ripening induction, with and without ethylene, using two cultivars, Pratinha and Pacovan, and two periods of fruit analysis, after harvest: mature or completely yellow (E1) and good for consumption (E2). The characteristics of ripening, weight loss, firmness of the pulp, soluble solids (SS), pH, titratable acidity (AT) and the ratio (SS / AT) were evaluated. The second experiment had the objective of characterizing the fruits after the climatization, with four banana cultivars: Pratinha, Japira, Vitória and Pacovan and two maturation levels: mature (E1) and good for consumption (E2). At these stages, the following characteristics were evaluated: Ripening, Weight Loss, Length, Diameter, Shell thickness, Firmness and pH of the pulp, Soluble solids (SS), Titratable acidity (AT) and SS / AT ratio. The induction of ripening with exogenous ethylene applied to the banana varieties, provided a faster and more uniform maturation, offering better conditions for commercialization. In addition to characteristics such as firmer fruits, lower titratable acidity, and higher SS / AT ratio which precisely identifies the quality of the fruit. The application of exogenous ethylene was an important post-harvest treatment, which positively influenced fruit quality. In the second experiment, the varieties Japira and Vitória presented the best agronomic characteristics, such as firmer fruits, soluble solids contents determined from the first stage, besides these varieties presented superior characteristics, still meet the requirements of Food Safety, because they are resistant cultivars the main diseases that threaten the banana plantations of the national territory.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6927
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10590_Disserta__o Mestrado - Gislane Oliveira - 2017.pdf1.38 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.