Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6949
Título: Embriogênese Somática Indireta e Poliploidia no Gênero Coffea: Base e Aplicação
Autor(es): SANGLARD, N. A.
Orientador: CLARINDO, W. R.
Coorientador: FERREIRA, M. F. S.
Palavras-chave: Plantas
Melhoramento Genético
Café
Data do documento: 14-Jul-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SANGLARD, N. A., Embriogênese Somática Indireta e Poliploidia no Gênero Coffea: Base e Aplicação
Resumo: A embriogênese somática indireta (ESI) é uma das aplicações da cultura de tecidos que permite a manutenção, a propagação e a geração de novos germoplasmas. Assim, a partir do estabelecimento da ESI em quatro Coffea com diferentes níveis de ploidia (diploides Coffea canephora Pierre ex Froehner, Coffea eugenioides Moore, alotriploide Híbrido de Timor HT, alotetraploide Coffea arabica L.), os objetivos do presente estudo foram: (a) verificar a influência das características cariotípicas (número de cromossomos, nível de ploidia e conteúdo de DNA nuclear) na ESI; e (b) duplicar o número de cromossomos do Coffea alotriploide HT CIFC 4106 . Sob as mesmas condições in vitro, os quatro Coffea diferiram entre si durante todas as etapas da ESI. Os alopoliploides apresentaram maior número médio de calos embriogênicos friáveis (CEF), em tempo relativamente curto, e exibiram visualmente proliferação celular mais pronunciada. CEF de C. arabica resultaram em maior número médio de embriões somáticos cotiledonares maduros, seguido de HT e C. eugenioides com mesmo número médio, e C. canephora com o menor. A partir dos dados de ESI, análise do cariótipo e mensuramento do valor 2C nuclear dos diferentes germoplasmas, as respostas de ESI em Coffea foram relacionadas com o nível de ploidia. Com a ESI estabelecida, a duplicação cromossômica do alotriploide HT CIFC 4106 , o anortoploide com 2n = 3x = 33 cromossomos, foi conduzida associando esse sistema in vitro com o tratamento envolvendo a colchicina. Um total de 65 plântulas foram regeneradas a partir dos CEF xiii tratados com colchicina (0,5; 1,5 ou 2,5 mM) por 96 horas. Independentemente da concentração de colchicina empregada, 49,3% de hexaploides (2n = 6x = 66 cromossomos, 2C = 4,20 pg) foram obtidos. Além disso, a estratégia estabelecida (ESI/colchicina) resolveu os principais gargalos da duplicação cromossômica in vitro: baixa taxa de poliploides, alto número de mixoploides e alta taxa de mortalidade. Esse estudo gerou novos dados acerca das bases do entendimento da ESI e contribuiu com uma nova estratégia de duplicação cromossômica. Além disso, um novo germoplasma de Coffea, os hexaploides do HT CIFC 4106 , foi gerado.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6949
Aparece nas coleções:PPGGM - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11193_Tese Final Nat_lia Arruda Sanglard.pdf2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.