Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7099
Título: AVALIAÇÃO do Papel do Agonista de Tlr1/2 (pam3csk4) na Potencialização do Efeito Protetor da Vacina Laag Administrada Por Via Intranasal Contra a Leishmaniose Visceral Murina.
Autor(es): DIAS, E. L.
Orientador: GOMES, D. C. O.
Coorientador: ZEIDLER, S. L. V. V.
Palavras-chave: Leishmaniose LaAg
Pam3CSK4
vacina
Data do documento: 5-Set-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: DIAS, E. L., AVALIAÇÃO do Papel do Agonista de Tlr1/2 (pam3csk4) na Potencialização do Efeito Protetor da Vacina Laag Administrada Por Via Intranasal Contra a Leishmaniose Visceral Murina.
Resumo: PAM3CSK4 (PAM) é um agonista sintético de TLR1/2 composto por um lipopeptídeo triaciletado que imita a lipoproteína de bactérias e que apresenta uma potente capacidade em induzir atividade pró-inflamatória mediada por ativação de NF-kB. No presente estudo, foi investigada a capacidade da imunização intranasal com antígenos totais de promastigotas de L. amazonensis (LaAg) associados ao adjuvante PAM em potencializar a resposta imune imunogênica antígeno em camundongos. Assim, camundongos BALB/c foram imunizados por via intranasal (instilação nasal) com 20 μg de LaAg associados com 20 μg do adjuvante PAM em doses intervaladas por 7 dias. PBS, LaAg ou PAM sozinhos foram utilizados como controle. A dosagem das transaminases e da creatinina no soro animais demonstraram a biocompatibilidade e segurança da combinação LaAg/PAM. Os camundongos vacinados com LaAg/PAM demostraram maior reação de hipersensibilidade cutânea tardia (DTH) 24 e 48 horas, respectivamente, após a injeção de 20 μg de LaAg na pata traseira, quando comparado ao grupo controle. Além disso, em comparação aos outros grupos, os esplenócitos de animais vacinados com LaAg/PAM produziram mais IFN-γ, TNF-α e IL-4 depois do reestimulo in vitro com o antígeno LaAg (50 μg/mL). Células analisadas ex vivo, demonstraram que a combinação LaAg/PAM não alterou a frequência das populações de células CD4+ e CD8+ de memória e totais no baço. A vacinação com LaAg/PAM foi capaz de induzir a redução no parasitismo do fígado, em comparação com o grupo não tratado. Os animais vacinados com LaAg/PAM demostraram um aumento significativo na produção de IFN-γ e a diminuição na produção de IL-4 nos sobrenadantes do baço. Além disso, observou-se um aumento significativo na produção de NO nos sobrenadantes do fígados dos animais vacinados com LaAg/PAM. Em conjunto, nossos dados demonstram, pela primeira vez a possibilidade de imunização intranasal com os antígenos totais de L. amazonensis (LaAg) associados com PAM como um mecanismo eficaz de indução de imunogenicidade.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7099
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10421_Dissertação_Emmanoel Loss Dias.pdf1.94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.