Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7101
Título: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO E O EMPREGO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO TRATAMENTO
Autor(es): FREIRE, B. F.
Orientador: GOUVEA, S. A.
Coorientador: ZEIDLER, S. L. V. V.
Palavras-chave: Câncer de cabeça e pescoço
tratamento
novas tecnologias
Data do documento: 17-Ago-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FREIRE, B. F., PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO E O EMPREGO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO TRATAMENTO
Resumo: Introdução: O câncer de cabeça e pescoço (CCP) inclui cânceres originados na cavidade oral, na orofaringe e na laringe. Os tratamentos mais comuns são cirurgia, radioterapia e quimioterapia, e muitos efeitos adversos a estes últimos são conhecidos. Atualmente, busca-se novas tecnologias visando melhora no prognóstico aliada a redução dos efeitos colaterais. As tecnologias da saúde podem ser classificadas em hardware e software. As tecnologias hardware incluem os artefatos como os instrumentos e medicamentos. As tecnologias software contemplam os instrumentos sociais, que utilizam tecnologias de relações como produção de vínculo, acolhimento e cuidado. Objetivo: Objetivou-se descrever o perfil epidemiológico de pacientes com CCP e analisar a importância do emprego de novas tecnologias para maior eficiência no tratamento e aumento na qualidade de vida dos indivíduos. Metodologia: Foi realizado um estudo em 273 pacientes com CCP do Hospital Santa Rita de Cássia em Vitória-ES, de 2012 a 2015. Foram obtidos dados de estadiamento e localização do tumor, história do consumo de álcool e tabaco, além das variáveis de gênero e idade, e medidas antropométricas e pressão arterial. Os dados foram obtidos a partir de entrevista, aferições no paciente e análise de prontuários. Os dados foram coletados antes e após o tratamento. Os dados foram apresentados em média ± DP e frequência. Foram aplicados o teste Qui quadrado, teste exato de Fischer, teste de Wilcoxon e Mann Whitney, além de correlação de Spearman. Foram utilizados os softwares SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), e Prisma. O valor de p < 0,05 foi considerado significativo. Resultados: Foi demonstrado que mais de 82% de pacientes são homens e a idade média de diagnóstico é de 59 anos. A maioria dos pacientes apresentou estadiamento avançado. O sítio mais acometido foi a cavidade oral, e quanto ao tratamento, metade dos pacientes foram submetidos à quimioterapia e mais de 2\3 passaram por radioterapia e 38% por cirurgia. Grande parte dos pacientes permanece tabagista e\ou etilista após o diagnóstico. Mais de 71% dos indivíduos 7 que fumam e\ou bebem, apresentaram estadiamento avançado. Os fumantes apresentaram índice de massa corporal (IMC) menor que os não fumantes, tanto antes quanto após o tratamento. O IMC de tabagistas e etilistas foi menor do que de ambos abstêmios. Após o tratamento, houve redução significativa da Pressão arterial média. Conclusão: Foi observado que a maioria dos indivíduos permanece tabagista após o diagnóstico e que um baixo IMC está associado a um estadiamento avançado da doença. O paciente que recebe o tratamento e permanece tabagista e\ou etilista, reduz substancialmente suas chances de remissão, além disso, a perda de peso resultante dos efeitos adversos e também da manutenção do tabagismo e etilismo podem levar a um prognóstico pior. Aliar a aplicação de tecnologias software mostra- se tão importante quanto o uso das tecnologias hardware. Ao final deste trabalho são propostas ações simples para mitigar os efeitos colaterais e potencializar o efeito terapêutico diante deste perfil, com o objetivo de aumentar a capacidade do indivíduo receber e responder positivamente ao tratamento. Palavras-chave: Câncer de cabeça e pescoço, tratamento, novas tecnologias, qualidade de vida.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7101
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10521_Dissertação Barbara Freire Mesquita.pdf1.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.