Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7107
Título: EFEITO DA NICOTINA NA EXPRESSÃO DE HIF-1α, VEGF-A, FIH E PHD3 EM LINHAGENS CELULARES SCC-9 E DOK
Autor(es): OLIVEIRA, M. M.
Orientador: CONFORTI, A. M. A. S.
Data do documento: 23-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIVEIRA, M. M., EFEITO DA NICOTINA NA EXPRESSÃO DE HIF-1α, VEGF-A, FIH E PHD3 EM LINHAGENS CELULARES SCC-9 E DOK
Resumo: OLIVEIRA, M.M. EFEITO DA NICOTINA NA EXPRESSÃO DE HIF-1α, VEGF-A, FIH E PHD3 EM LINHAGENS CELULARES SCC-9 E DOK, 2017, 60f. Dissertação de Mestrado Universidade Federal do Espírito Santo. O carcinoma epidermoide de cavidade oral (CEC Oral) é considerado um problema de saúde pública em todo o mundo, com taxas significativas de mortalidade e morbidade. Os principais fatores de risco para o CEC Oral são o tabagismo, o etilismo e o HPV. Em relação ao tabaco, este é composto por mais de 7000 substâncias entre estas a nicotina, que contribui para o processo de carcinogênese. A contribuição da nicotina para a carcinogênese está relacionada à ativação de múltiplas vias de sinalização que também regulam a progressão, o crescimento e a metástase de tumores por meio da estimulação dos receptores nicotínicos de acetilcolina (nAChRs). Pesquisas evidenciam que a exposição à nicotina pode mimetizar os efeitos da hipóxia e promover a regulação positiva na expressão gênica de genes relacionados à via, como HIF-1α, VEGF-A, FIH e PHD3. Com o intuito de observar as influências da nicotina na expressão gênica de algumas proteínas da via de hipóxia em linhagens celulares de carcinoma epidermoide de cavidade oral (SCC-9) e de queratinócitos orais com displasia (DOK), foi realizado a análises da viabilidade celular e de expressão gênica dos genes HIF-1α, VEGF-A, FIH e PHD3 por meio dos testes de MTS e RT-qPCR, respectivamente, sendo os cálculos e gráficos estatísticos feitos por meio do software GraphPad Prism® v.7. Foi observado que nicotina promove a proliferação celular na linhagem SCC-9 de forma dose e tempo dependente, destacando-se o tempo de 8h. O mesmo não foi observado para linhagens DOK. Em relação à expressão gênica, nicotina induz a expressão de HIF-1α em células SCC-9 e DOK de forma dose e tempo dependente e a expressão de HIF-1α contribui parcialmente para a expressão de VEGF-A sob indução de nicotina. Também foi observado que nicotina tem um alto potencial inibitório na expressão gênica dos genes FIH e PHD3. Sendo assim, nicotina tem um papel de regulação na via de hipóxia que contribui para adesão celular, invasão, migração e metástase, sugerindo que o hábito tabagista ou a direta exposição à nicotina pode estar relacionado com as possíveis respostas ao tratamento em pacientes com CEC Oral. Palavras-chave: CARCINOMA EPIDERMOIDE DE CAVIDADE ORAL. TABAGISMO. NICOTINA. HIPÓXIA. RT-qPCR.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7107
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10936_Dissertação_Mayara Mota de Oliveira.pdf2.09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.