Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7123
Título: USO de Adjuvantes (caf 09, Caf 01 e Mpl) Mucosa-compatíveis na Formulação de Vacinas Contra a Leishmaniose Viceral.
Autor(es): COREA, A. F. M.
Orientador: GOMES, D. C. O.
Data do documento: 29-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COREA, A. F. M., USO de Adjuvantes (caf 09, Caf 01 e Mpl) Mucosa-compatíveis na Formulação de Vacinas Contra a Leishmaniose Viceral.
Resumo: A leishmaniose visceral é umas das doenças infecto-parasitária endêmica em diversos países dentre deles o Brasil, que atinge os seres humanos e outros vertebrados. Seu tratamento é feito com fármacos específicos (pentavelentes antimonais, anfoterecina B, pentamidinas e miltefosina) de alta toxicidade, causando efeitos colaterais nos pacientes, sendo assim é necessária um busca por alternativas para controlar a doença. Nesse contexto, as vacinas de mucosa tem sido promissoras devido à sua especificidade na ativação do sistema imunológico associado ao baixo custo e simples administração. A vacinação por via mucosa contra leishmaniose visceral, proposto por este estudo, utiliza uma vacina composta por antígenos totais de L. amazonensis (LaAg) em associação com adjuvantes, como CAF01, CAF09 e MPL, os quais são eficazes em gerar uma forte resposta imunológica mediante ao estimulo de TLR1, 2, 4 e/ou TLR9. Nesse contexto, avaliamos os efeitos imunogênicos e protetores da administração intranasal de nossa vacina em camundongos BALB/c desafiados por L. infantum chagasi. Nossos resultados mostraram uma resposta promissora da vacina em conjunto com dois adjuvantes, CAF01 e MPL, levando a uma diminuição da carga parasitaria 60 veze menos no caso do baço e 30 vezes menos no fígado dos animais, assim como um aumento na expressão de óxido nítrico (80μM) baço e (150 μM ) fígado e também a presença de citocinas inflamatórias ex-vivo IL-4 e IFN-γ. Observamos também um aumento na linfoproliferação de células CD8+ em cultura de esplenócitos. Dessa forma, podemos determinar a efetividade de nossa vacina de estudo de base em camundongos BALB/c, podendo, a partir de próximos estudos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7123
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12335_Dissertação_Andrés Mendez.pdf1.21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.