Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7218
Título: CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA E PROCESSOS RELACIONAIS DE UMA PROFESSORA DE EDUCAÇÃO FÍSICA EM UMA INSTITUIÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL
Autor(es): RODRIGUES, R. M.
Orientador: FIGUEIREDO, Z. C. C.
Coorientador: ANDRADE FILHO, N. F.
Palavras-chave: Educação Física
Educação infantil
Identidades docentes
Data do documento: 13-Abr-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: RODRIGUES, R. M., CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA E PROCESSOS RELACIONAIS DE UMA PROFESSORA DE EDUCAÇÃO FÍSICA EM UMA INSTITUIÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL
Resumo: O objetivo da pesquisa foi compreender como uma professora de Educação Física constrói suas identidades docentes, considerando as experiências relacionais vivenciadas por ela com a organização/estrutura da instituição em que trabalha, com os sujeitos adultos e com os sujeitos crianças no contexto da educação infantil. A professora colaboradora atua na mesma instituição educativa infantil há, aproximadamente, seis anos, refletindo a participação em processos de socialização profissional, caracterizando as identidades como construções processuais e localizadas. A pesquisa referencia-se numa abordagem sociológica das identidades profissionais e opta pela perspectiva qualitativa, apoiando-se na etnometodologia, e utiliza a abordagem interpretativa, exprimindo um caminho metodológico que exige uma postura investigativa que coloca as subjetividades e análise das relações dos sujeitos em centralidade no processo. Utiliza, como instrumentos de coleta a observação de caráter participante, destacando o diário de campo, a entrevista e a análise de documentos. Diante dos dados coletados, apresenta quatro aspectos de análise: Reflexões sobre si, que exprime a relação entre as experiências socioprofissionais e a construção das identidades docentes, a partir da atuação como professora de Educação Física em diferentes contextos profissionais; Relações estabelecidas entre Vitória e a estrutura/organização da Escola J, que enfatizam as suas ações diante do contexto profissional, tendo as rotinas como elementos centrais de discussão, explicitando construção de representações sobre a Educação Física, além de evidenciar uma dupla identidade docente: ser professora de Educação Física e ser professora de educação infantil; Relações estabelecidas entre Vitória e outros sujeitos adultos da Escola J, que destacam os encontros e desencontros com sujeitos adultos que influenciam a construção do ser docente nas instituições educativas, apontando que as formas relacionais se associam ao processo de construção das identidades docentes ao abrir espaço para a escolha do sujeito; e Relações estabelecidas entre Vitória e as crianças da Escola J, caracterizando-se como uma relação-base para a construção das identidades docentes da professora, já que as ações e necessidades das crianças são evidenciadas como elementos centrais para o desenvolvimento de reflexões e (trans)formações da atuação docente.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7218
Aparece nas coleções:PPGEF - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_5586_DISSERT. RENATA (1).pdf776.26 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.