Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7309
Título: Atividades físicas e esportivas em projetos sociais: sentidos construídos pelos educandos do Centro Social São José de Calasanz.
Autor(es): JORGE, R. S.
Orientador: MELLO, A. S.
Palavras-chave: Atividades físicas e esportivas
Projetos sociais
Sentidos
Data do documento: 30-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: JORGE, R. S., Atividades físicas e esportivas em projetos sociais: sentidos construídos pelos educandos do Centro Social São José de Calasanz.
Resumo: O objetivo da dissertação é analisar, por meio das práticas e narrativas, os sentidos que os educandos do Centro Social São José de Calasanz (CSSJC) construíram acerca desse projeto social. Em caráter complementar a esse objetivo geral, discute as produções acadêmicas sobre as atividades físicas e esportivas nos projetos sociais, em oito dos principais periódicos da Educação Física brasileira, buscando compreender como essa temática vem sendo abordada nesses veículos científicos. Para tanto, articula duas metodologias: a pesquisa exploratória e a etnopesquisa implicada. Na primeira, opera com indicadores bibliométricos e utiliza como fontes as oito revistas científicas da Educação Física mais bem ranqueadas pelo webqualis periódico de 2014. Trabalha com 67 artigos, encontrados no período de 1979 a 2014, que foram analisados por meio da distribuição temporal, tipologia dos textos, metodologia utilizada, temáticas abordadas e autorias. Para compreender os sentidos construídos pelos educandos do CSSJC acerca do projeto, utiliza a etnopesquisa implicada, tipo de etnografia que pressupõe a relação de pertencimento do pesquisador ao objeto investigado, a afirmação das ações empreendidas no contexto estudado e a criação de saberes para operar nesse contexto. Interage o pesquisador com, aproximadamente, 240 sujeitos, 220 educandos e 20 educadores/gestores. Na produção dos dados, opera com as seguintes fontes: observação participante, sistematizada em diário de campo; registros iconográficos de imagens paradas (fotografias); narrativas orais de educandos e educadores, captadas nas interações comunicativas (enunciação fala em ato); e narrativas orais, textuais e de imagens produzidas pelos praticantes do projeto. No processo de análise e interpretação, articula os dados provenientes de diferentes fontes com os pressupostos teórico-metodológicos que orientaram a pesquisa, em especial, com os conceitos de relação com o saber, de sentidos e experiência, de leitura positiva e de figuras do aprender, propostos por Bernard Charlot e com os conceitos de lugar e espaço indicados por Michel de Certeau; e a Análise do Discurso Crítica. Os resultados da pesquisa apontam que os conteúdos trabalhados de forma prática foram mais eficazes, sinalizando: as abordagens teóricas devem ser realizadas a partir de situações que façam sentido para os educandos; a falta de progressão pedagógica dos conteúdos gera insatisfação nos praticantes, apontando a competição como importante parâmetro para a reatualização das metas individuais e coletivas; as figuras do aprender mais valorizadas são a imbricação do eu e a distanciação-regulação, na relação que os educandos estabelecem com o saber, tendo a amizade um fator importante em suas vivências no projeto; os motivos de adesão ao projeto demonstram sentidos que não estão ancorados em experiências pessoais; e as principais demandas dos educandos relativas ao CSSJC referem-se à falta de marcas identitárias nos espaços físicos e às relações assimétricas de poder presentes no projeto.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7309
Aparece nas coleções:PPGEF - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9744_Renata Silva Jorge Dissertaçao .pdf3.04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.