Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7349
Título: Detecção de resíduos de disparo de arma de fogo em larvas cadavéricas por ICP OES
Autor(es): Motta, Larissa Campos
Orientador: Romão, Wanderson
Coorientador: Carneiro, Maria Tereza Weitzel Dias
Palavras-chave: Balística Forense
Entomologia Forense
GunShot Residue
ICP
Data do documento: 28-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Considerando o grande aumento das mortes violentas, principalmente no Brasil, e a crescente utilização de armas de fogo para cometer tais crimes, a balística forense associada a entomologia forense se tornam grandes aliadas nas investigações criminais. As concentrações de chumbo (Pb), bário (Ba) e antimônio (Sb), caracerísticos de resíduos de disparo de arma de fogo (GSR GunShot Residue), foram monitoradas em larvas de moscas (imaturos de Chrysomya albiceps). As coletas sucederam em um cadáver de porco, do sexo feminino, morto com três disparos realizados com pistola Taurus®, calibre .40 a curta distância (entre 25 e 40 cm), sendo dois disparos na região cefálica e um na região abdominal, em um período de 2 a 12 dias após a morte, durante o inverno, sob a influência da chuva e alta umidade relativa do ar. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicabilidade da técnica de espectrometria de emissão óptica com plasma indutivamente acoplado (ICP OES) para a quantificação de Pb, Ba e Sb proveniente de GSR em larvas cadavéricas num ambiente não controlado, simulando um caso real de homicidio. Foi possível detectar e quantificar os três elementos traço de interesse pela técnica proposta, onde as concentrações mantiveram-se praticamente constante durante o estágio de putrefação. Concentrações mínimas (Pb = 382,26 μg·L-1; Ba = 140,50 μg·L-1; Sb = 39,18 μg·L-1) e as concentrações máximas (Pb = 522,66 μg·L-1; Ba = 190,30 μg·L-1; Sb = 56,14 μg·L-1) foram encontradas durante o terceiro e quinto dia post mortem, respectivamente. As amostras também foram analisadas pelo teste colorimétrico usando rodizonato de sódio (reação Feigl-Suter) apresentando resultado negativo para todas as soluções obtidas a partir dos imaturos de Chrysomya albiceps. Uma hipótese para a constância nas concentrações dos três elementos, é que de acordo com a literatura, as larvas da espécie Chrysomya albiceps podem exercer papel como predadora intraguilda de larvas de outras espécies de Dípteras, além de realizar canibalismo. Sendo assim, a técnica de ICP OES apresenta maior sensibilidade na quantificação frente ao convencional teste colorimétrico, mostrando ser uma técnica aplicável a esse tipo de matriz. É importante notar que o desenvolvimento tal pesquisa é de grande importância forense e é uma técnica que apresenta potencial para aplicação futura em casos de morte violenta, em que a vítima se encontra em decomposição inicial, moderada e avançada. Nesse aspecto, o desenvolvimento e aperfeiçoamento de metodologias eficientes são de grande relevância para a elucidação de crimes.
The large increase in violent deaths, mainly in Brazil, and the increasing use of firearms to commit such crimes, makes forensic ballistics associated with forensic entomology major allies in criminal investigations. The concentrations of lead (Pb), barium (Ba) and antimony (Sb), characteristic firearm residues (GSR - GunShot Residue), were monitored in fly larvae (immature Chrysomya albiceps). The samples were collected in a female pig corpse killed with three shots fired by a Taurus®, 40-caliber pistol at a short distance (25 to 40 cm), two in the cephalic region and one in the abdominal region, in a period of 2 to 12 days after death, during the winter, under the influence of rainfall and high relative humidity of the air. Thus, the aim of this work was to evaluate the applicability of the inductively coupled plasma optical emission spectrometry (ICP OES) technique for the quantification of Pb, Ba and Sb from GSR in cadaveric larvae in an uncontrolled environment, simulating a real case of homicide. The ICP OES detect and quantify three trace elements of interest, where the concentrations remained practically constant during the putrefaction stage. The lowest concentrations (Pb = 382.26 μg · L-1, Ba = 140.50 μg · L-1, Sb = 39.18 μg · L-1) and highest concentrations (Pb = 522.66 μg · L- 1, Ba = 190.30 μg · L-1; Sb = 56.14 μg · L-1) were found during the third and fifth postmortem days, respectively. The samples were also analyzed by colorimetric test using sodium rhodizonate (Feigl-Suter reaction) presenting negative result for all the solutions obtained from the immatures of Chrysomya albiceps. One hypothesis for the concentrations uniformity of the three elements is that according to the literature, Chrysomya albiceps larvae species may play a role as an intraguild predator of larvae of other species of Diptera, in addition to performing cannibalism. Thus, the ICP OES technique presents greater sensitivity in the quantification of the elements of interest compared to the conventional colorimetric test, showing to be a technique applicable to this type of matrix. The development of such research is of great forensic importance and ICP OES is a technique that presents potential for future application in cases of violent death, where the victim is in initial, moderate and advanced decomposition. In this regard, the development and improvement of efficient methodologies are of great relevance for the elucidation of crimes
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7349
Aparece nas coleções:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12216_Larissa Campos Motta.pdf5.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.