Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7486
Título: Modelo unificado para o setor escuro e a teoria de Rastall.
Autor(es): CAMPOS, J. P.
Orientador: J. C. Fabris
Palavras-chave: Matéria escura
Cosmologia
Gás de Chaplygin
Teoria de Rastall
Data do documento: 28-Ago-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CAMPOS, J. P., Modelo unificado para o setor escuro e a teoria de Rastall.
Resumo: Nesta tese, investigamos o cenário de unificação promovido pelo modelo de gás de Chaplygin generalizado (um fluido perfeito caracterizado por uma equação de estado p = -A=p&#945;). Nossas preocupações estão com a possível tensão existente entre testes cinemáticos de base e aqueles relacionados à evolução de pequenas perturbações. Analisamos dados de observação da idade diferencial do Universo, de supernovas Ia, de oscilações acústicas bariônicas e da posição do primeiro pico do espectro angular da radiação cósmica de fundo. Mostramos que esses testes favorecem valores negativos do parâmetro &#945;: achamos &#945;= -0.089+0.161 -0.128 com nível de 2&#963; e &#945; < 0 com 85% de confiança. Estes correspondem a valores negativos do quadrado da velocidade do som, que são inaceitáveis do ponto de vista de formação de estrutura. Discutimos uma possível solução para este problema, quando o gás de Chaplygin generalizado é descrito na teoria modificada da gravidade proposta por Rastall. Mostramos que uma descrição do fluido no âmbito desta teoria não serve ao propósito, mas ela é necessária para a estrutura de gás de Chaplygin generalizado em uma teoria de campo escalar. Finalmente, abordamos a relatividade geral padrão no cenário de unificação fornecido pelo gás de Chaplygin generalizado no caso &#945; = 0: este é geralmente considerado indistinguível do modelo &#923;CDM padrão, mas mostramos que a evolução de pequenas perturbações, governada pela equação de Mészáros, é de fato diferente e a formação de halos de matéria GCG em sub-horizonte deve ser afetada fortemente em comparação com o cenário &#923;CDM.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7486
Aparece nas coleções:PPGFIS - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6813_Tese doutorado Juliano Pereira Campos.pdf1.9 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.