Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7487
Título: Abordagem Relativística para o Átomo de Hidrogênio em um Cenário de Comprimento Mínimo Introduzido pela Álgebra Lorentz-Covariante de Quesne-Tkachuk.
Autor(es): FRANCISCO, R. O.
Orientador: J. A. Nogueira
Coorientador: J. C. Fabris
Palavras-chave: Gravitação
Hidrogênio (Átomo de)
Álgebra de Lorentz
Data do documento: 29-Nov-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FRANCISCO, R. O., Abordagem Relativística para o Átomo de Hidrogênio em um Cenário de Comprimento Mínimo Introduzido pela Álgebra Lorentz-Covariante de Quesne-Tkachuk.
Resumo: Um dos motivos da gravitação não poder ser inclusa no modelo padrão e a sua não renormalizabilidade. Quase todas as propostas para a quantização da gravidade conduzem a existência de um comprimento mínimo que age como um regularizador natural. Tal efeito sugere uma relação de incerteza generalizada entre os operadores de posição e momento o que resulta em uma relação de comutação modi-cada desses operadores, e assim alterando toda a estrutura da mecânica quântica. Neste trabalho nos calculamos a ordem de grandeza deste comprimento mnimo atraves da energia do estado fundamental do átomo de hidrogênio na teoria de Dirac, baseado na relação de comutação de Quesne-Tkachuck. Comparando com dados experimentais, nos obtivemos que o valor do comprimento mínimo e de ordem de grandeza menor ou igual a 10(elevado a -20m).
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7487
Aparece nas coleções:PPGFIS - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7347_Tese final Ronald Francisco.pdf282.48 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.