Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7612
Título: Viabilidade econômica de diferentes práticas culturais associadas ao uso de fungicidas no manejo da pinta preta do tomateiro
Autor(es): Mendonça, Rodolfo Ferreira de
Orientador: Jesus Junior, Waldir Cintra de
Coorientador: Moraes, Willian Bucker
Data do documento: 22-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MENDONCA, Rodolfo Ferreira de, Viabilidade econômica de diferentes práticas culturais associadas ao uso de fungicidas no manejo da pinta preta do tomateiro. 2017. 63 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Federal do Espírito Santos, Alegre, 2017.
Resumo: O tomateiro é uma cultura de grande importância econômica e social para o Brasil, que pode ser afetada por muitos problemas fitossanitários, sendo a pinta preta uma das principais doenças. O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de diferentes práticas culturais associadas ao uso de fungicida no manejo da pinta preta do tomateiro em condições de campo. Foram conduzidos dois experimentos em blocos casualizados, com parcelas sub-subdivididas na área experimental do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo, em Alegre ES. No primeiro experimento, as parcelas foram constituídas de três sistemas de tutoramento, as subparcelas, de três intervalos entre as aplicações de fungicidas, e as sub-subparcelas, por três sistemas de remoção de folhas, com três repetições. No segundo experimento, as parcelas foram constituídas de três espaçamentos entre plantas, as subparcelas, de três intervalos entre as aplicações de fungicidas, e as sub-subparcelas, por três alturas de poda,com três repetições. Foram realizadas avaliações semanais da severidade da pinta preta, empregando-se escala diagramática própria para cálculo dos valores da Área Abaixo da Curva de Progresso da Doença (AACPD) para cada tratamento. Foram calculadas também a duração da área foliar sadia (HAD) e da absorção da área foliar sadia (HAA) e avaliada a produtividade do tomateiro em função dos tratamentos utilizados. A viabilidade econômica de cada tratamento foi calculada pela subtração entre receita e custo de cada parcela nos dois experimentos. Utilizou-se o programa computacional R para as análises estatísticas. Para o primeiro experimento, a eficácia da aplicação de fungicida ficou comprovada quando verificam-se os maiores valores de AACPD em parcelas sem aplicação. O tutoramento vertical proporcionou maior produtividade independente da remoção de inóculo e do intervalo de aplicação de fungicida. O efeito da remoção de folhas doentes reduziu o progresso da pinta preta e aumentou a produtividade do tomateiro, sendo que a remoção de folhas com valores ≥ 16% de severidade foi o sistema mais efetivo, permitindo reduzir o número de aplicações de fungicida sem comprometer a eficácia de controle. O efeito da altura de poda influenciou no progresso da pinta preta do tomateiro. Observou-se maiores produtividades com espaçamentos de 45 e 75 cm entre plantas que foram podadas na altura do 7º e 10º cachos. No espaçamento de 30 cm, o lucro foi maior quando foi feita a poda no 3º cacho. Conclui-se portanto que plantas conduzidas no tutoramento vertical, com aplicação quinzenal de fungicida e remoção de inóculo com severidade ≥ 16% no primeiro experimento e plantas conduzidas no espaçamento de 45 cm entre plantas com aplicação semanal de fungicida e poda na altura do 10º cacho no segundo experimento foram mais efetivas em reduzir o progresso da doença e aumentar HAD, HAA, produtividade e lucro.
Tomato is a crop of great economic and social importance for Brazil, which can be affected by many phytosanitary problems, with the black spot being one of the main diseases. The objective of this work was to evaluate the use of different cultural practices associated to the use of fungicide in the management of black spot of tomato in field conditions. Two experiments in randomized blocks with sub-subdivided plots were conducted under field conditions in the experimental area of the Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo, in Alegre - ES. In the first experiment, the plots consisted of three tutoring systems, the subplots, three intervals between the fungicide applications, and the sub subplots, by three leaf removal systems, with three repetitions. In the second experiment, the plots consisted of three spacings between plants, the subplots, three intervals between fungicide applications, and subplots, by three pruning heights, with three repetitions. Weekly evaluations of black spot severity were carried out using a diagrammatic scale for calculating the values of the Area Under the Disease Progression Curve (AUDPC) for each treatment. The length of the healthy leaf area (HAD) and the absorption of the healthy leaf area (HAA) were also calculated. The tomato productivity was evaluated according to the treatments used. For the first experiment, the efficiency of the fungicide application was verified when the highest values of AUDPC were verified in plots without application. Vertical tutoring provided higher productivity regardless of inoculum removal and fungicide application interval. The effect of the removal of diseased leaves reduced the progression of the black spot and increased the tomato productivity, being that the removal of leaves with values ≥ 16% of severity was the most effective system, allowing to reduce the number of fungicide applications without compromising the control efficiency. The effect of pruning height influenced the progress of black spot of tomato. It was observed higher yields with spacings of 45 and 75 cm between plants that were pruned at the height of 7th and 10th bunch. In the spacing of 30 cm, the profit was higher when the pruning was done in the 3rd bunch. It was concluded that plants conducted in the vertical tutorial with bi-weekly application of fungicide and removal of inoculum with severity ≥ 16% in the first experiment and plants conducted in the spacing of 45 cm between plants with weekly application of fungicide and pruning at the height of the 10th bunch in the second experiment were more effective in reducing the disease progress and increasing HAD, HAA, productivity and profit.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7612
Aparece nas coleções:PPGPV - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_8433_Rodolfo Ferreira de Mendonca.pdf1.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.