Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7626
Título: Filmes ativos produzidos com blendas de PVA em biopolímeros : desenvolvi- mento, caracterização e aplicação em massa fresca tipo pastel
Título(s) alternativo(s): Active films produced with mixtures of PVA and biopolymers : development, characterization and application of fresh pasta type pastry
Autor(es): Nobre, Yanne Boaventura
Orientador: Carneiro, Joel Camilo de Souza
Coorientador: Konishi, Janaina Cecília Oliveira Villanova
Bernardes, Patrícia Campos
Data do documento: 27-Jul-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: NOBRE, Y. B., Filmes ativos produzidos com blendas de PVA em biopolímeros: desenvolvi- mento, caracterização e aplicação em massa fresca tipo pastel.
Resumo: A indústria de alimentos é responsável por 68% do volume das embalagens plásticas consumidas no mundo, sendo os polímeros sintéticos a principal fonte desta produção. Porém, estes materiais geram impactos negativos ao meio ambiente uma vez que apresentam pequena degradabilidade quando expostos a fatores naturais. Como alternativa, o uso de biopolímeros vem sendo explorado para o desenvolvimento de embalagens biodegradáveis. Polissacarídeos de grande interesse da indústria de fármacos e alimentos, quitosana e pectina, foram utilizados na elaboração de blendas poliméricas para a produção de filmes biodegradáveis e ativos. Os filmes compostos por quitosana:poli(álcool vinílico) (70:30 e 60:40) e pectina:poli(álcool vinílico) (30:70 e 20:80), adicionados de sorbato de potássio, foram elaborados e caracterizados por técnicas de MEV, FTIR e DSC, aspectos visuais, afinidade com a água, biodegradabilidade e quanto as suas propriedades mecânicas. Posteriormente foram aplicados sobre as massas de pastel e estas foram caracterizadas quanto aos aspectos físico-químicos e microbiológicos. Os filmes de QUI70, QUI60 apresentaram caráter hidrofóbico. Já os filmes de pectina, destacaram-se quanto aos bons aspectos de elasticidade e rasgabilidade dos filmes. Ambos os filmes apresentarm bons aspectos de cor e transparência, e boa biodegradabilidade, cerca de 35%. Quanto ao controle microbiano, os filmes ativos de QUI70 e QUI60 apresentaram alta efetividade no controle de mesófilos, reduzindo até 2,5 ciclos log. Os aspectos físico-químicos das massas intercaladas por filmes ativos de QUI70, QUI60, PEC30 e PEC20 foram capazes de manter a estabilidade físico química e qualidade do produto. Os aspectos de textura equipararam-se a massa comercial. Concluíu-se portanto, que o desenvolvimento de filmes a partir de blendas de quitosana:PVA e pectina:PVA por método de casting é viável e possui potencias aplicações para a indústria de massas frescas tipo pastel.
The food industry is responsible for 68% of the volume of plastic packaging consumed in the world, with synthetic polymers being the main source of this production. However, these materials generate negative impacts to the environment since they present small degradability to natural factors. As an alternative, the use of biopolymers has been explored for the development of biodegradable packaging. The polysaccharides of great interest in the food and pharmaceutical industry, chitosan and pectin, were used in the preparation of polymer blends for the production of biodegradable and active films. The films composed of chitosan: polyvinyl alcohol (70:30 and 60:40) and pectin: polyvinyl alcohol (30:70 and 20:80) were elaborated and characterized by SEM, FTIR and DSC techniques, and for the visual, water affinity, biodegradability, and mechanical properties. Later they were applied on the pastel masses and these were characterized as far as physical-chemical and microbiological aspects. The films of QUI70, QUI60 showed good behavior in water (angle 78 º, 30% soluble and CPVA of 1.4 x10-15 g / m.s.Pa-1). However, the pectin films presented a reduction of affinity for the less significant water, however, they stood out for the good aspects of elasticity and tearability of the films. Both films have good color and transparency aspects, and good biodegradability, about 35%. As for the microbial control, the active films of QUI70 and QUI60 showed high effectiveness in the control of mesophiles, reducing 1.8 log cycles. While the PEC20 film promoted an increase in the growth of the group of coliforms. The physicochemical aspects of the masses interspersed by active films of QUI70, QUI60, PEC30 and PEC20 were able to maintain the stability and quality of the product with pH around 6.0 and its maximum acidity of 1.2% and minimum Aw of 0.92. The texture aspects were equated with the commercial mass. It was concluded, therefore, that the development of films from chitosan blends: PVA and pectin: PVA by casting method is viable and has potential applications for the cake type fresh pasta industry.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7626
Aparece nas coleções:PPGCTA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10120_Resumo Final de Dissertação - Yanne Boaventura Nobre. pdf20170919-103059.pdf11.35 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.