Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7636
Título: PROPRIEDADES DA MADEIRA E DO CARVÃO VEGETAL DE PAU-MULATO (Calycophyllum spruceanum Benth.) DE PLANTIO EXPERIMENTAL
Autor(es): ANDRADE, J. K. B.
Orientador: ARANTES, M. D. C.
Palavras-chave: 1
Biomassa
2
Espécie florestal
3
Carbonização
4
Carvã
Data do documento: 15-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ANDRADE, J. K. B., PROPRIEDADES DA MADEIRA E DO CARVÃO VEGETAL DE PAU-MULATO (Calycophyllum spruceanum Benth.) DE PLANTIO EXPERIMENTAL
Resumo: Pau-mulato (Calycophyllum spruceanum Benth.) é uma espécie florestal nativa da região Amazônica, de rápido crescimento, que produz madeira densa e de alto poder calorífico. Tais características são desejáveis para produção de carvão vegetal, entretanto, estudos da madeira para sua produção são escassos, sendo necessária a caracterização adequada desse material a fim de conhecer melhor suas propriedades para uso energético. Portanto, o objetivo deste trabalho foi caracterizar a madeira e carvão vegetal produzido de pau-mulato. O material foi coletado em um plantio experimental da Embrapa Acre, localizado no município de Rio Branco, AC, composto por 300 árvores com idade de seis anos, plantadas em espaçamento de 3 x 2 m. Para a caracterização da madeira, foram analisadas a composição química e energética; variação longitudinal das características anatômicas, colorimétricas, densidade e retratibilidade. Além disso, foram testadas três marchas de carbonização em laboratório para determinação do rendimento em carvão, gases condensáveis, não condensáveis; densidade aparente e energética; análise química imediata e poder calorífico superior do carvão produzido. Observou-se que as propriedades anatômicas, físicas e colorimétricas da madeira variaram no sentido longitudinal. Por terem apresentado maiores resultados de rendimento em carvão, poder calorífico superior, densidade aparente e energética, baixo teor de cinzas; as marchas que possuíram menores taxas de aquecimento foram consideradas melhores para a produção de carvão vegetal. Estudos sobre as características dessa espécie florestal contribuirão com o conhecimento cientifico, tornando uma ferramenta considerável para valorização e comercialização da madeira.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7636
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10036_Jaily Kerller Batista de Andrade, 2016.pdf6.25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.