Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7640
Título: Qualidade da madeira de andiroba em floresta de terra firme e várzea da Amazônia Oriental
Autor(es): Firmino, Anderson Vasconcelos
Orientador: Vidaurre, Graziela Baptista
Coorientador: Oliveira, José Tarcísio da Silva
Guedes, Marcelino Carneiro
Data do documento: 29-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade da madeira de andiroba (Carapa guianensis) proveniente de floresta de terra firme e de floresta de várzea, por meio da caracterização do lenho juvenil e adulto e a cor da madeira. Para tanto foram colhidas oito árvores provenientes da reserva extrativista do Rio Cajari, situada no sul do estado do Amapá, sendo quatro provenientes de floresta de terra firme e quatro de floresta de várzea. Do tronco de cada árvore foi retirado um disco acima da região que finalizava as raízes adventícias para a caracterização no sentido medula - casca da morfologia das fibras e vasos, o ângulo das microfibrilas, a densidade básica e as contrações volumétricas e fator anisotrópico. A cor da madeira foi avaliada pelos parâmetros colorimétricos do sistema CIEL*a*b (1976). O comprimento da fibra foi a propriedade mas adequada para delimitação da transição entre os lenhos juvenil e adulto para todas as árvores de andiroba. Não ocorreu diferença significativa entre a proporção de lenho juvenil entre árvores de andirobas provenientes de floresta de terra firme e de floresta de várzea. As propriedades do lenho juvenil foram mais inferiores ao lenho adulto para a madeira em ambos os ambientes. A madeira de andiroba foi caracterizada pela coloração marrom - claro, tanto nas árvores oriundas de floresta de terra firme quanto na de várzea. A madeira de andiroba proveniente da floresta de várzea apresentou maior claridade e tonalidade amarela do que a de floresta de terra firme. A densidade básica e a morfologia das fibras e vasos tiveram influência na determinação da cor da madeira de andiroba.
The objective was to evaluate the quality of the wood of andiroba (Carapa guianensis) from upland forest and floodplain forest, through the characterization of juvenile and adult wood and wood color. Therefore, were collected eight trees from the extractive reserve Cajari River, located in the southern state of Amapá, four from upland forest and four floodplain forest. The trunk of each tree was removed a disc above the region that finished off the adventitious roots to in the pith - bark for morphology characterization of fibers and vessels, the angle of microfibrils, the basic density and volumetric and anisotropic factor contractions. The color of the wood was evaluated by the colorimetric parameters of the CIEL * a * b (1976). The fiber length was the property but adequate for delimitation of the transition between the juvenile and mature woods all the trees of andiroba. There was no significant difference between the proportion of juvenile wood between trees andirobas from upland forest and lowland forest. The properties of juvenile wood were lowest for adult wood for wood in both environments. The wood of andiroba was characterized by brown color - clear, both in the trees coming from upland forest and in floodplains. The wood Andiroba from the floodplain forest presented greater clarity and yellow tint than that of upland forest. The basic density and morphology of fibers and vessels were influential in determining the color of the wood of andiroba.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7640
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10108_DISSERTACAO ANDERSON FINAL.pdf3.53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.