Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7673
Título: Qualidade hidroambiental de nascentes no Assentamento Florestan Fernandes, Sul do Espírito Santo
Autor(es): Oliveira, Francielle Rodrigues de
Orientador: Cecílio, Roberto Avelino
Coorientador: Zanetti, Sidney Sara
Garcia, Giovanni de Oliveira
Palavras-chave: Potabilidade
Uso e ocupação da terra
Gestão de recursos hídricos
Potability
Land use and occupation
Agrarian reform
Environmental degradation
Water resources management
Data do documento: 20-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A água é indispensável para a manutenção da vida no planeta. Sua disponibilidade dentro dos padrões de qualidade apropriados para o consumo humano é fundamental, já que influencia diretamente a saúde e a qualidade de vida das populações. O Assentamento Florestan Fernandes (AFF) não possui rede de abastecimento de água tratada e as nascentes representam a principal fonte para atender às demandas de água das famílias assentadas. Todavia, em um passado recente, houve a supressão das florestas nativas das áreas do AFF para implantação de cultivos e criação de animais, deixando a maioria das nascentes sem a área de proteção permanente e sem o mínimo de proteção recomendada. Estas práticas colocam em risco a conservação e perenidade das nascentes, e podem comprometer a potabilidade da água. Diante disso, o objetivo geral deste estudo foi avaliar a qualidade das águas de nascentes com diferentes características ambientais no Assentamento Florestan Fernandes, Guaçuí/ES. Para tanto, foram selecionadas oito nascentes, das quais cinco apresentam cercamento e plantio de mudas, e outras três desprotegidas. Coletas periódicas e análises laboratoriais para avaliar os parâmetros físicos, químicos e microbiológicos da água foram realizadas para averiguar as características relacionadas à qualidade, bem como o índice de qualidade de água (IQA) das nascentes. Ademais, foi calculado o Índice de Impacto Ambiental em Nascentes (IIAN), a fim de identificar visualmente a qualidade e o grau de impacto na área de contribuição de cada nascente. Finalmente, aplicou-se um questionário aos moradores para construir um diagnóstico socioambiental das famílias assentadas. A partir dos resultados dos parâmetros de qualidade da água, concluiu-se que há inconformidade com a Portaria 2914/11 do Ministério da Saúde e Resolução do CONAMA 357/05 e, portanto, as nascentes estão aptas ao consumo humano somente após a desinfecção prévia. Pelo IQA proposto pela CETESB, sete nascentes foram classificadas com qualidade boa e uma com qualidade razoável. O IIAN mostrou que 25% das nascentes foram enquadradas como boas, 37,5% como Razoáveis, outras 25% classificadas como ruins e 12,5% como Péssima. Nenhuma nascente teve seu grau de conservação Ótimo. Constatou-se que a inexistência de infraestruturas de saneamento básico e práticas higiênico-sanitárias, somadas à falta de estratégias de planejamento e gestão ambiental, resulta em ausência de manejo adequado do uso e ocupação da terra e, em consequência, disso da qualidade da água.
Water is indispensable for the maintenance of life on the planet. Their availability within the appropriate quality standards for human consumption is fundamental, since it directly influences the health and the quality of life of the population. The Florestan Fernandes Settlement (AFF) does not have a potable water supply network and the springs represent the main source to meet the water demands of the settled families. However, in the recent past, the native forests of the AFF areas have been suppressed for crop and livestock implantation, leaving most of the springs without the permanent protection area and without the minimum recommended protection.These practices endanger the conservation and perenniality of the springs, and may compromise the potability of water. Therefore, the general objective of this study was to evaluate the water quality of springs with different uses in the Settlement Florestan Fernandes, Guaçuí/ES. In order to do so, eight springs were selected, five of which were fenced and planted with seedlings and another three that remain unprotected. Periodic collections and laboratory analyzes to evaluate the physical, chemical and microbiological parameters of the water were carried out to ascertain the characteristics related to the quality as well as the water quality index (IQA) of the springs. In addition, the Nascent Environmental Impact Index (IIAN) was calculated in order to visually identify the quality and degree of impact in the contribution area of each spring. Finally, a questionnaire was applied to the residents to construct a socioenvironmental diagnosis of settled families. The IIAN showed that 25% of the springs were classified as "good", 37.5% as "reasonable”, another 25% classified as" bad" and 12.5% as "terrible". No spring had its degree of conservation classified as "great". From the results of water quality parameters, it was concluded that there is non-conformity with the ordinance 2914/11 of the Ministry of Health and CONAMA Resolution 357/05 and therefore, the springs are fit for human consumption only after previous disinfection. The IQA proposed by CETESB classified seven springs with good quality and one with reasonable quality. It was verified that lack of basic sanitation infrastructures and hygienic-sanitary practices, together with the lack of environmental planning and management strategies, results in an absence of adequate management of land use and occupation and consequently of the water quality.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7673
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11757_Dissertação FRANCIELLE 2018-Final.pdf2.02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.