Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7674
Título: MODELAGEM DA DISTRIBUIÇÃO DE DIÂMETROS EM POVOAMENTOS DE PARICÁ SOB DIFERENTES ESPAÇAMENTOS
Autor(es): ARAGAO, M. A.
Orientador: MENDONCA, A. R. de
Coorientador: SILVA, G. F.
Palavras-chave: Produtividade florestal
2
Mensuração florestal
3
Espaçam
Data do documento: 19-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ARAGAO, M. A., MODELAGEM DA DISTRIBUIÇÃO DE DIÂMETROS EM POVOAMENTOS DE PARICÁ SOB DIFERENTES ESPAÇAMENTOS
Resumo: O conhecimento a respeito do crescimento da árvore e da produção florestal, assim como as estimativas dessas variáveis, são essenciais para viabilizar o planejamento, gerenciamento e controle de uma floresta. A modelagem da distribuição de diâmetros é amplamente utilizada para esse fim, que além de permitir a descrição atual do povoamento, permite a projeção da produção e auxiliam na tomada de decisão. Dessa forma, esse trabalho tem como objetivo propor um sistema de projeção da distribuição de diâmetros para povoamentos de Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby (paricá) sob diferentes espaçamentos. Os dados utilizados nessa pesquisa foram provenientes de povoamentos homogêneos de paricá, localizados no estado do Pará, plantados sob os espaçamentos 3x2, 3x3, 3x4, 4x4 e 5x5 m. Ajustou-se as funções Weibull 2 e 3 parâmetros, Weibull 2 parâmetros com parâmetro de locação fixo no DAP mínimo, Weibull 3 parâmetros truncada à direita, Hiperbólica 2 e 3 parâmetros, Log-logística 2 e 3 parâmetros e Logística-generalizada. Após o ajuste das fdps, foi aplicado o teste de Kolmogorov-Smirnov para a avaliação da aderências aos dados, a 5% de significância, assim como a análise gráfica dos dados observados e estimados. As funções avaliadas obtiveram aderência aos dados observados superior a 98 %, e de acordo análise gráfica descreveu com eficiência os dados de campo nos cinco espaçamentos estudados, indicando que todas podem ser empregadas para a modelagem da distribuição de diâmetros de paricá. Na projeção dos diâmetros utilizou-se a função Weibull para a recuperação dos parâmetros por ser flexível e de fácil utilização. Foram ajustados sete modelos de regressão, para cada um dos espaçamentos. Os modelos foram avaliados por meio do coeficiente de determinação ajustado ( ), viés (V%) e da raiz do quadrado médio do erro (RQME%). O parâmetro de forma não apresentou boa estimativa, principalmente para os espaçamentos 3x4 e 5x5 m. Foi possível obter sistemas de equações para a projeção dos parâmetros das funções em quatro dos espaçamentos estudados, exceto para o espaçamento 5x5 m. Palavras-chave: Função Densidade de Probabilidade, Prognose, Schizolobium parahyba var. amazonicum
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7674
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11758_Dissertação MARIANA ARAGAO 2018-Final.pdf2.64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.