Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7738
Título: Níveis de Cálcio e de Fósforo em Dietas para Codornas japonesas Utilizando Fosfato Bicálcico Com Duas granulometrias.
Autor(es): DONASCIMENTO, M. Q.
Orientador: VARGAS JUNIOR, J. G.
Palavras-chave: Minerais
Nutrição
Ovo
Data do documento: 30-Jul-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: DONASCIMENTO, M. Q., Níveis de Cálcio e de Fósforo em Dietas para Codornas japonesas Utilizando Fosfato Bicálcico Com Duas granulometrias.
Resumo: Por meio do método dose-resposta, objetivou-se determinar as exigências de cálcio e fósforo disponível (Pd), para codornas japonesas produtoras de ovos de consumo, mantendo relação proporcional entre o cálcio e fósforo e variando a granulometria da fonte de fósforo. Foram conduzidos dois experimentos no setor de avicultura da Universidade Federal do Espírito Santo com duração de 84 dias. Foram utilizadas 800 codornas japonesas, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x2 (3 níveis de Ca ou Pd para 2 granulometrias). Para determinação do fósforo disponível foram utilizados três níveis de Pd (0,221; 0,323 e 0,596%) e duas granulometrias (fina 0,145mm; grossa 0,310mm), 10 repetições e oito aves por unidade experimental. Para determinação do Cálcio foram utilizados três níveis de cálcio (1,67; 3,099 e 4,52%), 10 repetições e oito aves por unidade experimental. As dietas experimentais continham 2800 Kcal de energia metabolizável por Kg e 19,90% de proteína bruta. A determinação do nível adequado de Cálcio e Fósforo disponível foi estimada por meio da taxa de postura de ovos normais, consumo de ração, peso médio do ovo, massa de ovos normais, conversão alimentar grama por grama e quilo por dúzia, peso absoluto e relativo de casca, gema e albúmen, unidade haugh, densidade específica, parâmetros ósseos e níveis séricos. No experimento no qual o nível de cálcio é fixo e os níveis de fósforo disponível são crescentes, conclui-se que o nível de 0,221% de fósforo disponível e 3,099% de cálcio são suficiente para atender o requerimento de codornas produtoras de ovos de consumo, uma vez que não foi observado nenhum prejuízo na produção destas aves. Para o experimento em que o nível de fósforo disponível é fixo em 0,323% e os níveis de cálcio são crescentes, conclui-se que o nível de 3,099% de cálcio e 0,323% de fósforo disponível foram satisfatórios para proporcionar melhores resultados de desempenho, qualidade interna dos ovos e não causar prejuízos nem aos parâmetros ósseos nem aos níveis séricos de minerais de codornas japonesas em produção. Além disso, pode-se observar, em ambos os experimentos, que a inclusão do fosfato bicálcico de granulometria fina geraram valores superiores aos encontrados para a inclusão do fosfato de granulometria grossa.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7738
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6711_MARIANA QUINTINO.pdf873.8 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.