Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7750
Título: Necessidade de treonina, metionina+cistina e lisina digestível para juvenis de tambaqui (colossoma macropomum)
Autor(es): GONCALVES JUNIOR, L. P.
Orientador: MENDONCA, P. P.
Palavras-chave: Aminoácido
caracideos
espécie nativa
nutrição
Data do documento: 4-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: GONCALVES JUNIOR, L. P., Necessidade de treonina, metionina+cistina e lisina digestível para juvenis de tambaqui (colossoma macropomum)
Resumo: Objetivando-se determinar as necessidades nutricionais de lisina, treonina e metionina+cistina digestível para juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum). Foram realizados três experimentos no Laboratório de Nutrição e Produção de Espécies Ornamentais, Setor de Aquicultura do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo Campus de Alegre. Todos experimentos foram realizados utilizando-se delineamento inteiramente ao acaso (DIC). Os tratamentos corresponderam aos níveis de aminoácido digestível (Treonina= 0,70; 0,77; 0,84; 0,91; 0,98%; Metionina+cistina= 0,66; 0,73; 0,80; 0,87; 0,94%; Lisina=1,15; 1,45; 1,75; 2,05%). As dietas basais foram isoproteicas (25% de proteína bruta) e isocalóricas (3200 Kcal.Kg-1). As unidades experimentais foram compostas por oito juvenis de tambaqui em caixas de volume útil de 40L em sistema de recirculação de água, equipado por filtragem biológica e aquecimento por aquecedores com termostato. O desempenho produtivo foi avaliado pelo ganho de peso (GP), conversão alimentar aparente (CAA), taxa de eficiência proteica (TEP), taxa de crescimento específico (TCE), índice hepatossomático (IHS) e o índice de gordura visceral (IGV). Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e análise de regressão. Foi observado efeito quadrático (P<0,05) dos níveis de treonina digestível na taxa de crescimento específica e a conversão alimentar aparente. Os níveis de treonina também influenciaram a taxa de eficiência proteica (P=0,057) e taxa de eficiência de treonina (P=0,053). Os níveis de metionina+cistina digestível não influenciaram (P<0,05) o índice hepatossomático, índice de gordura visceral e o consumo de ração. O ganho de peso e a taxa de eficiência proteica apresentaram aumento (P<0,05) linear crescente em função do aumento dos níveis de metionina+cistina digestível. Os níveis de lisina digestível não influenciaram (P<0,05) o índice hepatossomático, índice de gordura visceral, o ganho de peso e o consumo de ração. O comprimento total e taxa de eficiência proteica apresentaram comportamento linear crescente (P<0,05) em função dos níveis de lisina digestível. Com base nos resultados obtidos pode-se concluir que os níveis de 0,98%, 0,94% e 2,05% de treonina, metionina+cistina e lisina digestíveis respectivamente atendem a nessecidade para juvenis de tambaqui.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7750
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7260_Lucas Pedro Gonçalves.pdf1.27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.