Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7792
Título: EFEITO da Prostaglandina na Qualidade Seminal e Libido em Touros Cruzados (bos Taurus Taurus x Bos Taurus Indicus)
Autor(es): ANJOS, A. P.
Orientador: OLIVEIRA, F. A.
Palavras-chave: feijões
urease
desempenho animal
Data do documento: 22-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ANJOS, A. P., EFEITO da Prostaglandina na Qualidade Seminal e Libido em Touros Cruzados (bos Taurus Taurus x Bos Taurus Indicus)
Resumo: O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito da administração do Cloprostenol (análogo da PGF2α), na libido e qualidade espermática de touros jovens. Foram utilizados 12 animais hígidos, mestiços Holandes x Gir, de mesma faixa etária, púberes. Os animais foram divididos igual e aleatoriamente em grupo controle e grupo tratamento no dia do início do experimento, dia 0. Os animais do grupo controle receberam 2mL de solução salina, enquanto os animais do grupo tratamento receberam 500μg (2ml) de Cloprostenol semanalmente, a partir do dia 7 até o dia 70, perfazendo um total de 10 aplicações, estas aplicações foram feitas 30 minutos antes das coletas de sêmen para avaliação da qualidade espermática. A qualidade espermática foi avaliada através dos exames macroscópicos: cor, odor, aparência e volume (mL); microscópicos: turbilhonamento (0-5), motilidade espermática total (%), vigor (0-5), concentração espermática (sptz/mL) e avaliação da morfologia espermática; e testes complementares: termo-resistência (TTR) e hiposmótico (HOST). Nos dias 0, 35 e 70 foi realizado o teste de libido e aferida a circunferência escrotal dos animais. As variáveis quantitativas foram avaliadas em modelos mistos lineares com medidas repetidas no tempo, com animal como efeito aleatório; os escores dados para a variável libido foram utilizados para a classificação em: questionável, bom, muito bom e excelente. As frequências das classificações foram arranjadas em tabelas de contingência e as associações entre as classificações e os tratamentos foram avaliadas pelo teste exato de Fisher (tabelas 2 x 2) ou teste de Freeman-Halton (tabelas m x n). Para as variáveis qualitativas, foi utilizado o teste de Kruskall-Wallis, com nível de significância de 5%. Os resultados obtidos demonstraram que houve diferenças no HOST para os grupos no decorrer dos dias. Houve diferença (P<0,05) para motilidade no TTR entre os dias em ambos os grupos, porém foram observadas diferenças estatísticas (P<0,05) para o vigor apenas no grupo controle. Para o comportamento sexual dos animais não houve diferença significativa, sendo a maioria dos animais classificados com alta libido, com uma redução (P<0,05) para tempo de reação no D35 nos animais tratados e diferenças no D7 e D56 com aumento do volume do ejaculado dos animais. A circunferência escrotal não apresentou diferenças (P>0,05) entre os grupos tratados. Não houve diferença (P>0,05) para motilidade, turbilhonamento, concentração espermática, espermatozoides totais, espermatozoides viáveis e morfologia espermática. No presente estudo, a administração do Cloprostenol sódico, análogo da PGF2α, não afetou de forma expressiva a qualidade espermática e circunferência escrotal, no entanto, apresentou redução do tempo de reação do comportamento sexual.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7792
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.