Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7804
Título: Helmintos gastrointestinais de tartarugas-verdes (Chelonia mydas) recolhidas no litoral do Estado do Espírito Santo
Autor(es): Gomes, Moara Cuzzuo
Orientador: Martins, Isabella Vilhena Freire
Palavras-chave: Ecologia
Morfologia
Parasito
Tartaruga marinha
Trematoda
Ecology
Fluke
Morphology
Parasite
Sea turtle
Data do documento: 22-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Federal do Espírito Santo, Alegre, ES, 2016. Todas as espécies de tartarugas marinhas existentes estão ameaçadas de extinção em algum grau, sendo Chelonia mydas a que possui hábitos mais costeiros e está amplamente distribuída pela costa brasileira. São diversas as ameaças, principalmente ligadas à ação antrópica, e dentre as enfermidades, o parasitismo é tido como provável causa de debilidade e morte. Objetivou-se avaliar a comunidade de helmintos gastrointestinais e realizar a caracterização morfológica de seus ovos em tartarugas-verdes recolhidas no litoral do Espírito Santo no período de março a agosto de 2015. Foram utilizadas 36 tartarugas marinhas juvenis da espécie C. mydas, sendo o trato gastrointestinal inteiro separado e dividido em três porções: esôfago/estômago, intestino delgado e intestino grosso. Cada porção foi aberta e inspecionada à procura de parasitos e os exemplares encontrados foram separados macroscopicamente para posterior montagem permanente. Para cada espécie encontrada foram determinadas a prevalência, intensidade média e abundância média de espécies. Para a avaliação coproparasitológica, as fezes foram processadas com técnica de sedimentação e os ovos encontrados foram caracterizados morfologicamente e comparados aos encontrados nos helmintos adultos. Das 36 tartarugas avaliadas, a prevalência de helmintos foi de 94,44% (34/36), com um total de 10.734 helmintos recuperados. Foram encontradas 18 espécies de trematódeos pertencentes a quatro famílias. A riqueza média de espécies foi de 4,29 ± 2,19. Os parasitos mais prevalentes foram Cricocephalus albus, Metacetabulum invaginatum e Neoctangium travassosi, ambos com 61,11% (22/36), seguidos de Pronocephalus obliquus com 33,33% (12/36), e Glyphicephalus lobatus com 30,55% (11/36). Foram encontrados e identificados quatro diferentes morfotipos de ovos no exame coproparasitológico e uma grande diversidade morfométrica dos ovos nos helmintos adultos.
All species of sea turtles are endangered to some degree and Chelonia mydas that has more coastal habits and are widely distributed along the Brazilian coast. There are several threats, mainly linked to human activities, and among the diseases, parasitism is considered a probable cause of illness and death. The aim was to evaluate the community of gastrointestinal helminths and perform the morphological characterization of your eggs in green turtles collected on the coast of the Espírito Santo, Brazil, from March to August 2015. A total of 36 juvenile C. mydas turtles were used, the entire gastrointestinal tract was removed and divided into three portions: esophagus / stomach, small intestine and large intestine. Each portion was inspected looking for parasites and the specimens found were separated macroscopically for subsequent permanent mounting. For each species found were determined the prevalence, mean intensity and mean abundance of species. For fecal evaluation, feces were processed according to the sedimentation technique and the eggs were found morphologically characterized and compared to those found in adult helminths. Of the 36 evaluated turtles, the prevalence of helminth was 94,44% (34/36), a total of 10,734 helminths were recovered. 18 species of trematodes belonging to four families were found. The average species richness was 4.29 ± 2.19. The most prevalent parasites were Cricocephalus albus, Metacetabulum invaginatum and Neoctangium travassosi, both 61.11% (22/36), followed by Pronocephalus obliquus 33.33% (12/36) and 30.55% with Glyphicephalus lobatus (11/36). Four different morphotypes were found and identified eggs in stool examinations and a large morphometric diversity of eggs in adult helminths.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7804
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9563_Moara Cuzzuol Gomes20160414-73250.pdf846.04 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.