Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7810
Título: Desempenho, anatomopatologia dos sistemas digestório e reprodutor de codornas japonesas em postura, alimentadas com dieta contendo óleos essenciais
Autor(es): Fernandes, Joelly Mariano Barbosa
Orientador: Vianna, Ulysses Rodrigues .
Coorientador: Nunes, Louisiane de Carvalho
Palavras-chave: Controle alternativo
Óleos essenciais
Codorna Japonesa
Alternative products
Essential oils
Quail japanese
Data do documento: 23-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Objetivou-se verificar o desempenho e anatomopatologia dos sistemas digestório e reprodutor de codornas japonesas em postura, alimentadas com dieta contendo óleos essenciais utilizados como alternativa natural no controle de pragas de grãos armazenados. Foram utilizados cinco óleos essenciais (pimenta preta (T1), pinho (T2), gengibre (T3), capim limão (T4) e alecrim (T5) mais um grupo controle (T6) (somente ração), diluídos em solução a 1% e incorporados à ração na proporção de 3% em relação ao total do alimento. Sendo seis tratamentos com seis repetições, constituindo 36 unidades experimentais, cada uma com oito codornas japonesas distribuídas de maneira uniforme em função do peso e postura. A ração basal foi formulada à base de farelo de soja e milho. O período experimental foi de 42 dias. Foram abatidos 36 animais, um animal por unidade experimental. As variáveis analisadas foram taxa de postura, consumo de ração, anatomopatologia do duodeno, pâncreas, jejuno, íleo, ceco, infundíbulo, magno, istmo e útero e morfometria duodenal. A menor taxa de postura foi apresentada para T3, T4 e T5, entretanto, os mesmos foram semelhantes à testemunha. Não foi observada diferença no consumo de ração dos animais. No duodeno todos os tratamentos apresentaram congestão, sendo que T2 teve os menores índices, e T6 foi o tratamento que não apresentou inflamação. No jejuno, T6 teve a maior quantidade de animais com alterações - congestão, hemorragia e inflamação. T1, T4 e T5 tiveram a maior porcentagem de animais sem alterações. No íleo, T6 teve maior índice de animais com congestão, e T4 e T5 tiveram mais animais sem alterações. No ceco todos os tratamentos que utilizaram óleo essencial na dieta apresentaram 50% dos animais sem alterações, enquanto no T6 foram apenas 16,66%. No pâncreas todos os animais do T6 apresentaram congestão e o que menos apresentou foi T2. No infundíbulo, T4 apresentou menos alterações, e T2 foi o que apresentou mais alterações. No magno, T2 apresentou animais com hemorragia e T1 foi o que apresentou maior quantidade de congestão intensa. No istmo todos os tratamentos apresentaram congestão, sendo T1 o que apresentou os menores índices e T3, assim como no infundíbulo apresentou hemorragia. No útero, T1 apresentou alterações menos severas, e em contrapartida, T3 foi o que apresentou alterações mais graves. As maiores vilosidades intestinais foram descritas no T6, sendo este semelhante a T1, T3 e T5. O uso dos óleos essenciais na ração para codornas não modificou as características organolépticas da ração, pois não houve diferença estatística na quantidade de ração consumida. Quanto à postura o óleo de pinho e pimenta preta foram benéficos às aves e serviram como estímulo à produção em relação aos outros três tratamentos com óleos. Os óleos essenciais podem afetar parâmetros histológicos de codornas japonesas e promover ação anti-inflamatória, principalmente sobre o ceco, pâncreas, istmo e magno. Na análise morfométrica do duodeno, os óleos de pimenta preta, gengibre e capim limão foram benéficos às vilosidades intestinais em relação aos óleos de gengibre e pinho.
Performance, anatomopatology of systems digestory and reproductive of quais japaneses in posture feeded with diet containing essential oils 2018. Dissertation (Master in Veterinary Sciences) - Center of Agrarian Sciences and Engineering, Federal University of Espírito Santo, Alegre, ES, 2017. The objective was to verify the effect of essential oils used as a natural alternative in the control grain pests stored on the performance and intestinal morphology and reproductive system of Japanese laying quails fed with a diet containing such oils. We used Five essential oils (Pimenta Preta, Pinho, Ginger, Capim Limão and Alecrim) more a control group (only feed), diluted in 1% solution and incorporated into the ration at a ratio of 3% to the total food, being six treatments with six replicates, constituting 36 experimental units, each with eight Japanese quails evenly distributed according to weight and posture. The basal diet was formulated based on soybea and corn. The duration of the experimental period was 42 days. 36 animals were euthanized, one animal per experimental unit. The variables analyzed were posture rate, ration consumption, morphology of the duodenum, pâncreas, jejunum, ileum, cecum, infundibulum, magnum, isthmus, uterus, and duodenal morphometry. The lowest posture rate was presented for T3, T4 and T5, however, they were similar to the control. There was no difference in the feed intake of the animals. In the duodenum all treatments presented congestion, with T2 having the lowest indexes, and T6 was the treatment that did not present inflammation. In the jejunum, T6 had the largest number of animals with alterations - congestion, hemorrhage and inflammation. T1, T4 and T5 had the highest percentage of animals without alterations. In the ileum, T6 had a higher index of animals with congestion, and T4 and T5 had more animals without alterations. In the cecum all treatments that used essential oil in the diet presented 50% of the animals without alterations, whereas in the T6 they were only 16.66%. In the pancreas all T6 animals presented congestion and the least presented was T2. In the infundibulum, T4 presented fewer alterations, and T2 presented the most changes. In the magnum, T2 presented animals with hemorrhage and T1 presented the highest amount of intense congestion. In the isthmus, all treatments presented congestion, with T1 presenting the lowest rates and T3, as well as hemorrhage in the infundibulum. In the uterus, T1 presented less severe alterations, and in contrast, T3 presented the most severe alterations. The largest intestinal villi were described in T6, which was similar to T1, T3 and T5. The use of essential oils in quail feed did not modify the organoleptic characteristics of the ration, since there was no statistical difference in the amount of feed consumed. As to the posture, the oil of pine and black pepper were beneficial to the birds and served as stimulus to the production in relation to the other three treatments with oils. The essential oils can affect histological parameters of Japanese quail and promote anti-inflammatory action, mainly on the cecum, pancreas, isthmus and magno. In the morphometric analysis of the duodenum, the oils of black pepper, ginger and lemon grass were beneficial to intestinal villi compared to ginger and pine oils
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7810
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9926_JOELLY MARIANO BARBOSA FERNANDES.pdf1.65 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.