Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7840
Título: Crescimento e variações diurnas da fotossíntese de genótipos de Coffea canephora cultivados à campo sob condições contrastantes de disponibilidade de luz
Autor(es): SOUZA, D. M.
Orientador: CAVATTE, P. C.
Palavras-chave: Sombreamento
conilon
plasticidade fenotípica
Data do documento: 30-Jun-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SOUZA, D. M., Crescimento e variações diurnas da fotossíntese de genótipos de Coffea canephora cultivados à campo sob condições contrastantes de disponibilidade de luz
Resumo: O café é uma cultura tropical perene de extrema importância para o agronegócio mundial. Normalmente é cultivado em regiões potencialmente sujeitas a estresses, principalmente térmico, hídrico e nutricional. Durante o ciclo da cultura, as condições limitantes são acentuadas durante o período de crescimento reprodutivo, levando a quedas significativas de produtividade das lavouras. Sistemas sombreados (arborizados), ao promover modificações sensíveis do microclima, podem minimizar os efeitos adversos do clima sobre a lavoura. Diante do exposto este trabalho teve o objetivo avaliar o crescimento e as variações diurnas da fotossíntese de genótipos de Coffea canephora cultivados à campo sob condições contrastantes de disponibilidade de luz. O estudo foi conduzido sob condições de campo, no município de Alegre-ES. O experimento foi estabelecido pela combinação dos quatro clones de Coffea canephora (02, 48, 83 e 153) da variedade clonal Conilon Vitória Incaper 8142 com os dois níveis de disponibilidade de luz [0% (pleno sol) e 30% de sombreamento], totalizando oito tratamentos, com cinco repetições. As avaliações de crescimento foram realizadas em ramos plagiotrópicos do terço médio das plantas, selecionados na fase de florescimento e avaliados até a maturação dos frutos. A variação diurna dos parâmetros de trocas gasosas e fluorescência da clorofila a, foram realizadas em três períodos ao longo do dia: 09, 12 e 15 h, durante a fase de granação. O clone 02 apresentou desempenho superior sob as condição de pleno sol, apresentando taxa fotossintética superior à média normalmente descrita para a espécie (aproximadamente 16 mmol m-2 s-1). O clone 48 apresentou o melhor desempenho sob sombreamento, devido a manutenção de maiores taxas fotossintéticas ao longo do dia, possibilitando o equilíbrio entre o investimento de fotoassimilados para suprir a demanda do crescimento vegetativo e para manutenção do crescimento dos frutos apresentando, consequentemente, menores taxas de abortamento e maior número de frutos por rosetas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7840
Aparece nas coleções:PPGGM - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10061_Dissertação Final Dinorah Moraes de Souza.pdf4.55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.