Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7854
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCaldeira, Marcos Vinicius Winckler-
dc.date.accessioned2018-08-01T22:57:30Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T22:57:30Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/7854-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleDiversidade genética de Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex. Ducke) Barneby, em área de plantio no Espírito Santopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc631.523-
dc.subject.br-rjbnGuapuruvu (Árvore)por
dc.subject.br-rjbnGenética vegetal - Espírito Santo (Estado)por
dc.subject.br-rjbnFlorestas - Reproduçãopor
dcterms.abstractSchizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex. Ducke) Barneby, é conhecido popularmente como Paricá e endêmica da Floresta Amazônica. Sua madeira é de grande aceitação no setor madeireiro, devido seu tronco bem formado e reto, com superfície lisa, textura uniforme e alburno branco. Apresenta, ainda, importância ecológica, podendo ser utilizado em projetos de recuperação de áreas degradadas devido ao seu rápido crescimento. Para o paisagismo é considerada uma espécie ornamental, em virtude de sua intensa floração amarela, de aroma doce. Entretanto, apesar da importância e potencialidades da espécie, não há disponibilidade de material geneticamente melhorado, selecionado para as condições ambientais do Espírito Santo. Neste sentido, o presente estudo objetivou caracterizar a diversidade genética em uma população de S. amazonicum, estabelecida em uma área de floresta plantada na região sul do estado do Espírito Santo. Informações sobre a estrutura e diversidade genética populacional são necessárias em programas de pré-melhoramento e conservação de germoplasma desta espécie, principalmente quando se deseja utilizar este plantio como pomar de sementes. O delineamento experimental foi blocos casualizados, sendo constituído por 3 blocos e 5 tratamentos, ou seja, cinco espaçamentos (3x2 m, 3x3 m, 3x4 m, 4x4 m e 5x5 m). Inicialmente, foi realizado o inventário florestal da população para obtenção das variáveis dendrométricas diâmetro a altura do peito (DAP) e altura total (Ht). A análise de variância e o Teste de Tukey revelaram que apenas os tratamentos exerceram efeito sobre as variáveis dendrométricas. Portanto, foram escolhidos os que apresentaram médias superiores e que não diferiram estatisticamente entre si, sendo os tratamentos T3, T4 e T5 representando os espaçamentos 3x4 m, 4x4 m e 5x5 m, respectivamente. Logo, para seleção das árvores matrizes foi realizado a média geral das variáveis DAP e Ht para os tratamentos escolhidos, sendo marcadas e georreferenciadas 57 árvores em cada tratamento, totalizando 171 árvores. Para o propósito do estudo foram utilizados 11 primers Inter Simple Sequence Repeats (ISSR), que geraram 79 bandas polimórficas (58%). Sobre o conteúdo de informação polimórfica (PIC) realizado para os marcadores ISSR, foi encontrado média de 0,37, caracterizando-os como mediamente informativos. O número de locos encontrados (n = 79), foi maior do que o estabelecido como número ótimo (n = 69). Os resultados obtidos pelo dendrograma corroboraram com a análise bayesiana realizada pelo programa STRUCTURE, que de acordo com o método ΔK o número mais provável de K agrupamentos foi definido como dois (K = 2). Assim, um grupo foi formado com a maioria dos indivíduos (153 genótipos) e o segundo com a minoria (18 genótipos). Foi encontrada alta diversidade genética, com número de alelos observados (Na = 2,00), número de alelos efetivos (Ne = 1,65), índice de diversidade de Nei (H = 0,375) e índice de Shannon (I = 0,554). Com este estudo foi possível verificar que os marcadores ISSR se mostraram eficientes para caracterização da diversidade genética em S. amazonicum, e que a população pode ser utilizada como pomar para coleta de sementes e produção de mudas com maior variabilidade genética.por
dcterms.abstractSchizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex. Ducke) Barneby, is popularly known as Paricá and endemic to the Amazon rainforest. Its wood is of great acceptance in the timber sector, due to its well formed and straight trunk, with smooth, uniform texture and sapwood white. It also presents ecological importance and may be used in degraded areas restoration projects due to its rapid growth. For landscaping is considered an ornamental species, because of its intense yellow flowering, sweet aroma. However, despite the importance and potential of the species, there is no availability of genetically improved material, selected to the environmental conditions of the Espírito Santo. In this sense, the present study aimed to characterize the genetic diversity in a population of S. amazonicum established in an area of forest planted in the southern state of Espírito Santo. Information on the population structure and genetic diversity are needed in pre-breeding program and germplasm conservation of this species, especially when you want to use this as planting seed orchard. The experimental design was randomized blocks, consisting of 3 blocks and 5 treatments, ie five spacings (3x2 m, 3x3 m, 3x4 m, 4x4 m and 5x5 m). Initially, it carried out the forest inventory of the population for the variables dendrometric diameter at breast height (DBH) and total height (Ht). Analysis of variance and the Tukey test revealed that only the treatments had an effect on dendrometric variables. Therefore, they were chosen that had higher average and were not statistically different from each other, and the treatments T3, T4 and T5 representing the spacing 3x4 m, 4x4 m and 5x5 m, respectively. Thus, for the selection of mother trees was carried out the overall average of DAP and Ht variables for the chosen treatments, being marked and georeferenced 57 trees in each treatment, totaling 171 trees. For the purpose of the study were used 11 primers Inter Simple Sequence Repeats (ISSR), which generated 79 polymorphic (58%). About polymorphic information content (PIC) held for ISSR, average of 0.37 was found, characterizing them as informative averagely. The locos number found (n = 79) was higher than that established as optimal number (n = 69). The results corroborated the dendrogram with Bayesian analysis by STRUCTURE program, according to the method ΔK the most likely number of clusters K is defined as two (K = 2). Thus, a group formed with the majority of individuals (genotypes 153) and the second with a minority (18 genotypes). High genetic diversity was found with number of observed alleles (Na = 2.00), number of effective alleles (Ne = 1.65), diversity index of Nei (H' = 0.375) and Shannon index (I = 0.554). With this study we found that the ISSR markers were efficient to characterize the genetic diversity in S. amazonicum, and that the population can be used as orchard for seed collection and seedling production with greater genetic variability.eng
dcterms.creatorSilva Júnior, Adelson Lemes da-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2016-08-26-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectParicápor
dcterms.subjectMarcador molecular ISSRpor
dcterms.subjectÁrvores matrizespor
dcterms.subjectISSR molecular markereng
dcterms.subjectMother treeseng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Genética e Melhoramentopor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqMelhoramento Vegetalpor
dc.publisher.courseMestrado em Genética e Melhoramentopor
dc.contributor.refereeGonçalves, Elzimar de Oliveira-
dc.contributor.refereeRosado, Carla Cristina Gonçalves-
dc.contributor.advisor-coMiranda, Fábio Demolinari de-
Aparece nas coleções:PPGGM - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9991_Dissertação Final Adelson Lemes Junior.pdf3.23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.