Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7859
Título: Métodos Estatísticos para Estudo Adaptabilidade e Estabilidade Fenotípica e Repetibilidade em Genótipos de Goiabeiras
Autor(es): SILVA, C. A.
Orientador: FERREIRA, A.
Coorientador: FERREIRA, M. F. S.
Palavras-chave: Psidium guajava L
Seleção
Interação genótipos x ambientes
Data do documento: 30-Jun-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SILVA, C. A., Métodos Estatísticos para Estudo Adaptabilidade e Estabilidade Fenotípica e Repetibilidade em Genótipos de Goiabeiras
Resumo: A goiabeira é uma espécie que apresenta destaque na fruticultura brasileira pela sua importância econômica, social e alimentar. Pesquisas agronômicas referentes ao melhoramento genético da espécie possibilitam o conhecimento sobre a adaptação da cultura a diferentes ambientes. Objetivou-se com esse trabalho avaliar a interação genótipo ambiente e estimar coeficientes de repetibilidade usando variáveis de produção em 22 genótipos de goiabeira em dois experimentos instalados no Estado do Espírito Santo: um no Sul no município de Mimoso do Sul e o outro no Norte no município de Linhares. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, cada repetição com uma parcela composta de duas plantas. Foram avaliados os seguintes caracteres: produção de frutos por plantas; massa, comprimento e diâmetro de fruto, espessura do endocarpo e do mesocarpo, massa e rendimento de polpa, razão comprimento diâmetro de fruto. A avaliação dos parâmetros de adaptabilidade e estabilidade dos genótipos foram obtidos por diferentes métodos: Eberhart & Russell, Lin & Binns, Annicchiarico, Método centroide modificado, análise REML/BLUP e AMMI. As estimativas do coeficiente de repetibilidade (r), foram obtidas por quatro metodologias distintas: análise de variância; máxima verossimilhança restrita, aplicando o modelo básico de repetibilidade; componentes principais com base na matriz de correlações; e análise estrutural com base na matriz de correlações entre as medidas repetidas. Os métodos analisados foram concordantes quanto aos parâmetros de adaptabilidade e estabilidade. Os genótipos Cortibel LM e Cortibel RM são os mais recomendados para o cultivo por apresentarem desempenho sastisfatório frente as variações de ambientes. Os genótipos Cortibel LG, Cortibel LM, Cortibel BRM, Cortibel V Cortibel III, Cortibel RG apresentaram adaptabilidade geral. Os genótipos Cortibel SLG, Cortibel BLG, Paluma, Século XXI, Sassaoka apresentaram melhor desempenho em ambientes favoráveis. Os vi genótipos Cortibel V, Cortibel VII, Cortibel XII tiveram desempenhos satisfatório, merecendo atenção especial em trabalhos de melhoramento genético. Houve concordância nas magnitudes dos coeficientes de repetibilidade para as nove variáveis analisadas, obtidas pelos diferentes métodos. O número de oito colheitas utilizada no trabalho foi satisfatório para avaliar o valor real dos genótipos com base nas variáveis massa de fruto, comprimento de fruto, massa de polpa, rendimento de polpa, razão comprimento/diâmetro de fruto e produção de frutos por plantas. Houve diferença na magnitude dos valores de repetibilidade das variáveis analisadas. O número de medições necessárias para a predição do valor real do indivíduo obtidos pelo método dos componentes principais foram menores que aqueles obtidos pelos demais métodos analisados
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7859
Aparece nas coleções:PPGGM - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11218_Tese final Clemilton Alves da Silva.pdf3.51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.