Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7906
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorVASSALLO, P. F.
dc.date.accessioned2018-08-01T22:58:28Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T22:58:28Z-
dc.identifier.citationBRUN, B. F., EFEITO DO ALTO SÓDIO NO FENÓTIPO MIGRATÓRIO DE CÉLULAS MUSCULARES LISAS VASCULARES DE AORTA DE RATOSpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/7906-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleEFEITO DO ALTO SÓDIO NO FENÓTIPO MIGRATÓRIO DE CÉLULAS MUSCULARES LISAS VASCULARES DE AORTA DE RATOSpor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberCAMPOS, L. C. G.
dc.contributor.memberCarmem Luiza Sartorio
dcterms.abstractINTRODUÇÃO: No sistema cardiovascular, a migração de células musculares lisas vasculares (CMLVs) é fundamental em processos como, angiogênese, vasculogênese, e como resposta a injúrias participando do processo de remodelamento vascular. O aumento da concentração de sódio (AS) tem sido associado ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, independente do aumento da pressão arterial. Entretanto, pouco ainda se sabe sobre os efeitos do AS sobre a migração de CMLVs e os possíveis mecanismos envolvidos. OBJETIVO: Testar a hipótese de que o aumento da concentração de sódio pode induzir modificações no fenótipo migratório de células musculares lisas vasculares e avaliar os possíveis mecanismos moleculares que possam estar envolvidos neste processo. METODOLOGIA: Células musculares lisas vasculares primárias, obtidas pelo método de explante, foram utilizadas neste estudo. A migração celular foi avaliada pelo método de Wound-Healing nas condições: Alto Sódio (AS, NaCl:160mM) e Controle (CT, NaCl:140mM) e foram utilizados os fármacos: Candesartan, Enalapril, Tiron, Angiotensina II, NS398, Apocinina, SQ29548, U46619, CAY10441 e U0126 (N= 5 a 7). A viabilidade celular foi avaliada pela marcação com Anexina V e PI. A expressão gênica de ciclooxigenase 2 (COX-2) foi analisada pelo RT-PCR. A expressão proteica de ERK 1/2 fosforilada foi avaliada através da técnica de Western Blot. RESULTADOS: A pré-exposição ao AS reduziu a migração de CMLVs (CT: 100 ± 14% / AS: 58 ± 11%), sem alterar a viabilidade celular. O bloqueio do receptor AT1, com Candesartan, preveniu a ação do AS sobre a migração celular (*AS + Candesartan: 101 ± 10%), bem como o bloqueio da ECA pelo Enalapril (*AS + Enalapril: 97 ± 5%). O bloqueio de COX-2, com NS398, também preveniu a redução de migração celular pelo AS (*AS + NS398: 96 ± 7%) O bloqueio de ERK1/2, com U0126 também reverteu a ação do AS (*AS + U0126: 99 ± 5%), bem como o bloqueio do receptor de tromboxano com SQ29548 (*AS + SQ29548: 94 ± 10%). AS aumentou a expressão gênica da ciclooxigenase 2 (COX-2) e a fosforilação de ERK1/2 em CMLVs, sendo que o bloqueio do receptor AT1 foi capaz de normalizar a expressão de COX-2 e prevenir o aumento da fosforilação de ERK 1/2. Finalmente, o inibidor da quinase MEK 1/2 preveniu o aumento da expressão gênica de COX-2. CONCLUSÃO: O estudo demonstrou que o AS reduz a migração de células musculares lisas vasculares, através do aumento da expressão de COX-2 via receptor AT1 através da fosforilação de ERK 1/2. Além disso, o aumento de COX-2 pelo AS parece modular a redução de migração de CMLVs pelo aumento de tromboxano.por
dcterms.creatorBRUN, B. F.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2017-09-15
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicaspor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Fisiológicaspor
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11402_Dissertação Bruna Ferro Brun.pdf1.22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.