Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7934
Título: Alterações do ANP em ratos submetidos ao treinamento crônico de corrida ou natação
Autor(es): ENDLICH, P. W.
Orientador: ABREU, G. R.
Data do documento: 31-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ENDLICH, P. W., Alterações do ANP em ratos submetidos ao treinamento crônico de corrida ou natação
Resumo: Introdução: Agudamente o Peptídeo Natriurético Atrial (ANP) tem um efeito natriurético e diurético renal e vasodilatação, conseqüentemente resultando em diminuição da pressão arterial. Contudo, o comportamento deste peptídeo e de seus receptores associado ao treinamento físico crônico em condições de hipertensão permanece desconhecido. Métodos e Resultados: O objetivo do presente estudo foi identificar as possíveis alterações na síntese e secreção do ANP, expressão e sensibilidade dos receptores dos peptídeos natriuréticos (NPR)-A e NPR-C nos rins e tecido adiposo de ratos espontaneamente hipertensos (SHR) submetidos ao treinamento físico de natação ou corrida. SHR machos foram submetidos ao treinamento físico de corrida ou natação por 8 semanas com intensidades similares. Radioimunoensaio foi utilizado para as dosagens de ANP. RNAm do ANP atrial, assim como RNAm de NPR-A e NPR-C nos rins e no tecido adiposo visceral foram mensurados pelo reação de polimerização em cadeia em tempo real (RT-PCR). A autoradiografia foi utilizada para mensurar a sensibilidade do binding dos NPR no rim e tecido adiposo. Ambos os grupos apresentaram diminuição da pressão arterial, mas somente no grupo natação houve bradicardia. Houve aumento significativo da expressão de ANP no átrio direito e nos níveis plasmáticos deste peptídeo. Ainda, não foi encontrada diferença estatisticamente significativa na expressão do NPR-C no tecido adiposo. Todavia, o binding do ANP pelo NPR-C neste tecido foi alterado pela natação. A razão entre NPR-A/NPR-C no tecido nos rins foi estatisticamente menor no grupo corrida. Conclusão: O mecanismo hipotensor e bradicárdico em ratos hipertensos submetidos ao treinamento físico apresentou diferença, podendo o ANP estar envolvido nestas adaptações no grupo natação, mas não nos animais treinados com corrida.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7934
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3498_Dissertação Patrick Wander Endlich.pdf2.35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.