Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7991
Título: REDUÇÃO DE RECAÍDAS AO USO DO ÁLCOOL E AUMENTO DA ATIVAÇÃO PRÉ-FRONTAL EM ALCOOLISTAS SUBMETIDOS À ESTIMULAÇÃO TRANSCRANIANA POR CORRENTE CONTINUA DE BAIXA INTENSIDADE
Autor(es): KLAUS, J.
Orientador: NAKAMURA-PALACIOS, E. M.
Data do documento: 30-Mai-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: KLAUS, J., REDUÇÃO DE RECAÍDAS AO USO DO ÁLCOOL E AUMENTO DA ATIVAÇÃO PRÉ-FRONTAL EM ALCOOLISTAS SUBMETIDOS À ESTIMULAÇÃO TRANSCRANIANA POR CORRENTE CONTINUA DE BAIXA INTENSIDADE
Resumo: A disfunção frontal é uma característica marcante no alcoolismo, mesmo em alcoolistas sem sinais clínicos evidentes de disfunção cognitiva. Estudos com estimulação elétrica por corrente contínua de baixa intensidade (ETCC) vêm sendo realizados com a finalidade de modular a excitabilidade do córtex pré-frontal. O objetivo deste estudo foi examinar os efeitos da ETCC repetitiva bilateral sobre as recaídas ao uso de álcool e as mudanças na reatividade do componente P3 visual (300-500 ms) do potencial relacionado a eventos (PREs) em alcoolistas. Dos 33 alcoolistas graves (32 homens e 01 mulher), em tratamento nos serviços ambulatoriais, 17 foram randomizados para o grupo Sham-ETCC (sham-ETCC: idade média 45,5 ± 8,9 DP) e 16 (idade média 44 ± 7,8 DP) para o grupo ETCC ativo. A ETCC (2 mA, 35 cm²) foi aplicada bilateralmente no Córtex Pré Frontal Dorsolateral (CPFDL) (cátodo/ esquerdo e o ânodo/direito) diariamente, por cinco dias consecutivos, sendo duas aplicações com duração de 13 minutos com a interposição de um intervalo de 20 minutos(13:20:13) em sessões diárias. No grupo sham-ETCC, 88,2% recaíram ao uso do álcool durante o período de seguimento de 6 meses . Em contraste, 16 alcoolistas do grupo ETCC, somente 50% recaiu em 6 meses (Teste de Long-rank: p=0,02). Também, a percepção da qualidade de vida do grupo ETCC melhorou (p=0,02) e houve aumento nos escores do domínio ambiental (p=0,04) após ETCC. Ademais, no grupo sham-ETCC, a atividade do CPFDL foi significativamente diminuída (p < 0.0001, teste não paramétrico de Wilcoxon) após tratamento principalmente sob a apresentação de imagens relacionadas ao álcool; ao passo que no grupo ETCC ativo, a atividade do CPFDL foi significativamente aumentada (p < 0.0001, teste não paramétrico de Wilcoxn) tanto sob a apresentação de imagens neutras quanto relacionadas ao álcool. Essas mudanças foram significativamente diferentes entre os grupos (p < 0.0001, ANCOVA). Estes resultados demonstraram que a ETCC bilateral (esquerda catódica e direita anódica) sobre o CPFDL reduziu significantemente as recaídas ao uso do álcool em alcoolistas graves, melhorou a percepção da qualidade de vida e aumentou significativamente a ativação da área pré-frontal.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7991
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7789_Dissertação Jaisa Klauss.pdf3.75 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.