Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7997
Título: Efeitos do estresse crônico moderado imprevisível sobre o metabolismo da serotonina na matéria cinzenta periaquedutal e sobre os comportamentos dos tipos ansioso e depressivo em ratos adultos
Autor(es): SILVA, T. S.
Orientador: SCHENBERG, L. C.
Data do documento: 27-Out-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SILVA, T. S., Efeitos do estresse crônico moderado imprevisível sobre o metabolismo da serotonina na matéria cinzenta periaquedutal e sobre os comportamentos dos tipos ansioso e depressivo em ratos adultos
Resumo: É geralmente aceito que a falta de habilidade em controlar o estresse crônico facilita o desenvolvimento da depressão. Por outro lado, dados epidemiológicos apresentam a depressão com alta comorbidade com o pânico. Ademais, há evidência que sugere ser a serotonina (5-HT) crucial tanto no pânico quanto na depressão. Portanto, aqui nós avaliamos o efeito do estresse crônico moderado imprevisível (ECMI), um presumível modelo de depressão, sobre o metabolismo serotonérgico na matéria cinzenta periaquedutal no mesencéfalo (MCPA), um presumível substrato do pânico. Ratos expostos ao ECMI foram também avaliados em relação aos níveis basais de depressão (Natação Forçada) e ansiedade (Labirinto em Cruz elevado e Campo aberto). Ratos machos adultos foram sujeitados a 9 dias de ECMI. Um dia posterior, os ratos foram decapitados e seus cérebros foram removidos, incluindo a coleta de amostras de sangue do tronco. Picoteamentos da MCPA dorsal e ventrolateral foram ensaiados para 5-HT e seu principal metabólito, ácido 5-hidrixiindolacético (5-HIAA). Níveis plasmáticos de corticosterona foram também ensaiados. Os dados mostraram o não efeito do ECMI tanto nos níveis basais para depressão e ansiedade. Comparado aos controles não estressados, ratos expostos ao ECMI apresentaram significante aumento nos níveis de 5-HT apenas na MCPD. Embora os níveis de 5-HIAA não diferiram entre os grupos, a taxa de renovação serotonérgica foi significantemente reduzida na ventrolateral da MCPA. Os pesos dos ratos expostos ao ECMI reduziram significantemente em comparação aos controles a despeito da falta de efeitos nos níveis plasmáticos de corticosterona. Os dados sugerem que o ECMI diferentemente afeta os níveis de 5-HT na MCPA dorsal e ventrolateral. Palavras-chave: Corticosterona, Estresse Crônico Moderado, Matéria Cinzenta Periaquedutal, Serotonina.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7997
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_8355_Dissertação Tiago Santos da Silva.pdf2.95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.