Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8102
Título: Avaliação do jambolão (Syzygium cumini) sobre os biomarcadores cardiovasculares e a morfologia dos tecidos hepático e adiposo em camundongos submetidos a uma dieta hiperlipídica
Título(s) alternativo(s): Evaluation of jambolan (Syzygium cumini) upon cardiovascular biomarkers and the morphology of hepatic and adipose tissues in mice fed a high-fat diet.
Autor(es): Bernardes, Roberta de Oliveira
Orientador: Costa, André Gustavo Vasconcelos
Coorientador: Tostes, Maria das Graças Vaz
Data do documento: 17-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: As doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de mortalidade em todo o mundo. O consumo de alimentos ricos em antioxidantes, como os compostos fenólicos presentes no jambolão (Syzygium cumini), pode ser uma alternativa para reduzir o risco de desenvolvimento de DCV. O objetivo do trabalho foi avaliar a ação do jambolão liofilizado sobre os biomarcadores cardiovasculares e a morfologia do fígado e do tecido adiposo em camundongos Swiss submetidos a uma dieta hiperlipídica. O jambolão foi liofilizado e determinou-se sua composição centesimal, conteúdo de compostos fenólicos e antocianinas e a capacidade antioxidante in vitro. Para o ensaio biológico, foram demandados 43 camundongos que foram submetidos a dieta controle normolipídica (CT, n=22) e dieta hiperlipídica (HF, n=22), durante 8 semanas. Após, por um novo período de 9 semanas, o grupo CT foi dividido e passou a receber dieta CT (n=10) ou dieta CT suplementada com 2% de jambolão liofilizado (CT+J, n=12); o grupo HF passou a receber dieta HF (n=9) ou dieta HF suplementada com 2% de jambolão liofilizado (HF+J, n=12). Ao término do experimento, os animais foram eutanasiados e amostras de sangue foram coletadas para análise de biomarcadores metabólicos e inflamatórios. Ainda, foi coletado o fígado e amostras de tecido adiposo epididimal para análises histológicas. Os resultados foram analisados pelo teste t para avaliar os grupos CT e HF, antes do período de suplementação. A análise de variância Two-way foi realizada para avaliar o efeito da dieta, do fruto e suas interações entre os grupos experimentais (CT, HF, CT+J e HF+J). Os dados foram expressos em média e erro padrão, com nível de significância de 5%. O modelo experimental foi eficiente em conferir maior ganho de peso nos animais que receberam dieta hiperlipídica. A dieta hiperlipídica potencializou o processo inflamatório, promovendo aumento nas concentrações de colesterol total, aumento da gordura epididimal, promoção de esteatose hepática e expressão de biomarcadores inflamatórios como ICAM-1 e ALT. A dieta suplementada com 2% de jambolão liofilizado foi eficiente em minimizar alguns agravos presentes no processo inflamatório e/ou relacionados ao risco cardiovascular, diminuindo as concentrações de e-selectina. Ainda, foi possível observar efeito do jambolão na redução das concentrações de ICAM-1, quando em associação de dieta hiperlipídica. O fruto também apresentou efeito hepatoprotetor, com redução das concentrações de AST e proteção do fígado contra infiltração lipídica e consequente esteatose hepática.
The cardiovascular diseases (CVD) are the main cause of mortality all over the world. The consumption of food, rich in antioxidants, as the phenolic compounds presented in jambolan (Syzygium cumini), may be an alternative to reduce the risk of CVD development. The objective of this work was to evaluate the action of lyophilized jambolan upon cardiovascular biomarkers fed a high-fat diet. The jambolan was lyophilized and its centesimal composition, total phenolic content, and total anthocyanins and the in vitro antioxidant capacity were determined. For the biological assay 43 mice were demanded and they were submitted to a normal-fat control diet (CT, n=22) and high-fat diet (HF, n=22), during 8 weeks. Thereafter, for a new period of 9 weeks, the CT group was divided and continued to receive CT diet (n=10) or CT diet supplemented with 2% of lyophilized jambolan (CT+J, n=12); the group HF continued receiving HF diet (n=9) or HF diet supplemented with 2% of lyophilized jambolan (HF+J, n=12). Thus, the animals were submitted to euthanasia and blood samples were collected for the analysis of metabolic and inflammatory biomarkers. The liver histological analysis and epididymal adipose tissue analysis were carried out. The results were analyzed by t test to evaluate the CT and HF groups, before the supplementation period. The “Two-way” variance analysis was carried out to evaluate the effect of the diet and fruit and/or their interactions among the experimental groups (CT, HF, CT+J and HF+J). The data were expressed in arithmetic mean and standard errors, with 5% significance level. The experimental model was efficient on checking higher weight gain on the animals, which received high-fat diet. The high-fat diet potentized the inflammatory process, promoting an increase on the total cholesterol concentrations, increase on the epididymal fat, promotion of hepatic steatosis and expression of inflammatory biomarkers as ICAM-1 and ALT. The diet supplementation with 2% of lyophilized jambolan was efficient on reducing some damages present on the inflammatory process and/or related to the cardiovascular risk, decreasing the concentrations of e-selectin. It was also possible to observe the effect of jambolan on the reduction of ICAM-1 concentrations, when in association with high-fat diet. The fruit also presented hepatoprotective effect, with reduction on the AST concentrations and protection of the liver against lipid infiltration and consequent hepatic steatosis.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8102
Aparece nas coleções:PPGCTA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9494_Resumo da Dissertação - Roberta de Oliveira Bernardes.pdf20.16 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.