Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8107
Título: Impacto de um programa de educação alimentar e nutricional no consumo alimentar e no estado nutricional de famílias de agricultores rurais do município de Alegre, Espírito Santo
Título(s) alternativo(s): Impact of Food and Nutritional Education Program on food intake and nutritional status of families of rural farmers in the municipality of Alegre, Espírito Santo
Impacto de um programa de educação alimentar e nutricional no consumo alimentar e no estado nutricional de famílias de agricultores rurais do município de Alegre-ES
Autor(es): Garozi, Mariana Junger de Oliveira
Orientador: Costa, Neuza Maria Brunoro
Coorientador: Cardoso, Luciane Daniele
Tostes, Maria das Graças Vaz
Data do documento: 13-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Conhecer o comportamento alimentar e o estado nutricional de uma população é fundamental para elaborar estratégias capazes de prevenir e auxiliar no tratamento de doenças. Este trabalho objetivou avaliar o impacto de um programa de educação alimentar e nutricional no consumo alimentar e estado nutricional de famílias de agricultores rurais de quatro comunidades de Alegre, ES. Realizou-se análise qualitativa e quantitativa do consumo alimentar por meio da média de três registros alimentares aplicados em um dia de final de semana e dois dias de semana intercalados. Avaliou-se peso e altura, calculou-se índice de massa corporal (IMC) por idade para crianças e adolescentes e IMC para adultos e idosos; aferiu-se circunferência da cintura e pressão arterial; coletaram-se amostras de sangue para análise de hemograma completo, glicose em jejum, proteínas totais, ferro sérico, ferritina, proteína C reativa (PCR) e perfil lipídico plasmático, antes e após a aplicação de um programa de educação alimentar e nutricional, por 8 meses e consistiu de 7 intervenções em cada uma das comunidades. Considerou-se o levantamento diagnóstico do consumo alimentar, estado nutricional, faixa etária, nível socioeconômico e cultural das famílias em todas as intervenções. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade Federal do Espírito Santo (nº 997.573). Aplicou-se o Teste Kolmogorov-Smirnov para verificar a normalidade dos dados. Comparou-se dados paramétricos antes e após a intervenção utilizando o Teste t pareado, enquanto para dados não paramétricos aplicou-se o Teste de Wilcoxon. Realizaram-se as análises com o auxílio do programa SPSS versão 19.0 (p≤0,05). Na etapa de caracterização, participaram 168 indivíduos de ambos os sexos, com idade entre 1 e 94 anos. A pontuação média do Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R) foi de 49,43, indicando dieta inadequada, evidenciada pela ingestão deficiente em frutas, verduras, leite e derivados, com prevalência de consumo de cereais refinados, leguminosas, gordura e açúcar de adição. A análise quantitativa do consumo evidenciou excessiva ingestão calórica, lipídica, de todos os ácidos graxos, açúcar livre, sódio e consumo insuficiente de proteína, fibras, cálcio, vitamina C e retinol. Constatou-se excesso de peso (42,1%), pressão arterial alterada (20,0%), risco cardiovascular associado à medida de circunferência da cintura (40,0%) e à PCR elevada (40,0%), anemia ferropriva (9,1%), hipoglicemia de jejum (63,0%), alteração de colesterol plasmático (38,2%), triacilglicerol (35,4%), lipoproteína de baixa densidade (17,6%) e lipoproteína de alta densidade (48,3%). Participaram da intervenção nutricional 81 indivíduos de ambos os sexos, com idade entre 3 e 75 anos. Após a intervenção, observou-se pontuação de 58,72 no IQD-R, classificada como dieta que precisa de modificação, mostrando progresso na qualidade da dieta dos participantes, com melhoria nas pontuações de vegetais totais, leite e derivados, óleos, sódio e gord_aa. A avaliação quantitativa do consumo alimentar revelou redução da ingestão calórica, lipídica, de todos os ácidos graxos, açúcar livre e sódio, associados a diminuição do IMC, percentual de gordura corporal, circunferência da cintura, colesterol plasmático e triacilglicerol, mostrando que o programa de educação alimentar e nutricional gerou impacto positivo nos hábitos alimentares e na saúde dos participantes.
Knowing the food habit and the nutritional status of a population is essential for developing strategies to prevent and help treat diseases, and to improve eating habits and health. This study aimed to characterize and evaluate the impact of food and nutritional education program on food intake and nutritional status of families of rural farmers in four communities of Alegre, ES. Food intake, anthropometric, blood pressure and biochemical data were collected and analyzed. The consumption of calories, macronutrients and micronutrients and the Diet Quality Index Revised (DQIR) were obtained through 3 food records applied in one weekend day and two nonconsecutive week days. Body weight was evaluated by using BC601® balance and height by Stadiometer alturexata®. Waist circumference was measured by tape measure TBW® and body mass index (BMI) was calculated for adults and seniors and BMI for age for children and adolescents. Blood pressure was taken with digital Omron®. Blood sample was collected for complete blood count analysis, fasting glucose, total protein, serum iron, ferritin, C-reactive protein (CRP) and serum lipid profile, according to manufacturer information. A Food and Nutritional Education Program was developed considering the diagnostic survey of dietary intake, anthropometric data, blood pressure and biochemical analysis. The program was applied by using interactive lectures with power point, written materials in the folder format and cookbook, leisure activity, cooking and tasting practices, considering age, socioeconomic and cultural level of the families, totaling 7 interventions in each community. The project was approved by the Ethics Committee. The data were analyzed by Kolmogorov-Smirnov test. Parametric data were compared before and after the intervention by paired t test, while the nonparametric were analyzed by Wilcoxon test, with the aid of the Statistical Package for the Social Sciences, version 19.0 (p≤0.05). In the characterization step, participated 168 individuals of both sexes, aged 1 to 94 years. The DQI scored 49.4 points, indicating inadequate diet, as evidenced by the poor intake of fruits, vegetables, dairy products, with a prevalence of consumption of refined grains, legumes, saturated fat and sugar. It was observed excessive intakes of calories, fat, total fatty acids, sugar and sodium, and inadequate intake of protein, fiber, calcium, vitamin C and retinol. It was found overweight (42.1%), abnormal blood pressure (20.0%), cardiovascular risk associated with the measurement of waist circumference (40.0%) and CRP (40.0%), iron deficiency anemia (9.1%), and also abnormal values of plasma cholesterol (38.2%), triacylglycerol (35.4%), low-density lipoprotein (17.6%) and high-density lipoprotein (48.3%). In the nutritional intervention step, participated 81 subjects of both sexes, aged between 3 and 75 years. After the intervention, there was a significant reduction in the intakes of calorie, sugar, sodium, lipid, and fatty acids, associated with decreased BMI, waist circumference, serum cholesterol and triacylglycerol, showing that the Food and nutritional education program had a positive impact on the eating habits and health of the participants.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8107
Aparece nas coleções:PPGCTA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9500_Resumo Dissertação Final - Marianna Junger de Oliveira Garozi PDF.pdf65.17 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.