Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8145
Título: Avaliação dos hábitos de higiene bucal e da eficácia da utilização de escovas manual e elétrica por idosos de centros de convivência de Vitória - ES
Autor(es): Nobre, Cristiane Vasconcellos Cáspar
Orientador: Gomes, Ana Maria Martins
Palavras-chave: Escovação dentária
Aged
Oral health
Oral hygiene
Tooth brushing
Data do documento: 23-Out-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: NOBRE, Cristiane Vasconcellos Cáspar. Avaliação dos hábitos de higiene bucal e da eficácia da utilização de escovas convencional e elétrica por idosos de Centros de Convivência de Vitória-ES. 2009. 91 f. Dissertação (Mestrado em Clínica Odontológica) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências da Saúde.
Resumo: O objetivo deste estudo longitudinal, aleatório e cego foi verificar em indivíduos idosos que frequentam dois Centros de Convivência de Vitória- ES suas condições de saúde bucal, seus hábitos de higiene bucal e verificar a eficácia da escova elétrica e da convencional. A amostra se constituiu de 60 idosos independentes, de ambos os sexos, com diferentes condições bucais. Foram divididos aleatoriamente em dois grupos: E.E.- composto por 30 indivíduos que receberam escova elétrica; e E.M.- composto por 30 indivíduos que receberam escova convencional para realizarem a higiene bucal. O CPO-D (número de dentes cariados, perdidos/extração indicada e restaurados) encontrado foi de 23,93; sendo que 50% dos dentes estavam perdidos, 2% cariados, 21% restaurados e 24% hígidos. Quarenta e um por cento dos idosos possuíam maxila ou mandíbula edentadas e todos esses utilizavam prótese total. Os hábitos de higiene bucal foram satisfatórios. Todos escovavam os dentes com creme dental; 65%, duas ou três vezes ao dia; somente 28% usavam o fio dental. 96% dos idosos realizavam a limpeza das próteses apenas com escova dental e 5% não se lembravam de ter recebido orientações sobre higiene bucal. Os resultados do estudo clínico longitudinal, aleatório e cego sobre a eficácia de uma escova elétrica, Oral B Cross Action Power, mostraram que os índices de placa bacteriana para o 7º e 15º dia foram respectivamente 24,91 ± 12,81 e 22,11 ± 14,46, o que corresponde a uma remoção de placa bacteriana de 50,24% no 7º dia e 55,83% no 15º dia. Os resultados da escova convencional, Bitufo Class 32 macia mostraram que os índices de placa bacteriana para o 7º e 15º foram respectivamente 30,51 ± 13,85 e 24,31 ± 15,24, o que corresponde a uma remoção de placa bacteriana de 36,64% no 7º dia e 49,51% no 15º dia. Tanto a escova elétrica como a convencional foram eficazes em remover placa bacteriana após o 7º e 15º dia em relação ao primeiro. Apesar de a escova elétrica ter removido mais placa bacteriana do que a escova convencional, estes resultados não foram estatisticamente significantes. Baseado nos resultados obtidos, conclui-se que a condição de saúde bucal e os hábitos de higiene realizados pelos idosos pesquisados foram satisfatórios. Quanto à eficácia das escovas elétricas em relação às manuais para pacientes idosos, mais pesquisas são necessárias.
The aim of this research was to verify the health status and oral hygiene habits in elderly subjects frequenting Social Centers in Vitória, ES, and to compare the effectiveness of powered toothbrush to manual toothbrush. The sample constituted of 60 independent elderly subjects from both sex and presenting different oral status. They were randomly divided into two groups: EE – constituted of 30 subjects who received powered tooth brush; and EM – constituted of 30 subjects who received manual tooth brush for their oral hygiene. The DMF-T rate found was 23,93, is that 50% of teeth were missing, 2% decayed, 21% restored, and 24% sound. A 41% of the elderly subjects had edentulous maxilla or mandible and all of them worn full denture. The oral hygiene habits were satisfactory. All brushed the teeth with dentifrice, 65% twice or three times a day, only 28% used dental floss. Ninety-six percent of the elderly cleaned the dentures only with toothpaste, and 5% did not remember having instructions on oral hygiene. The results of the randomized, singleblind, and clinical prospective study on effectiveness of a electric toothbrush, Oral B Cross Action Power, showed that the plaque scores for 7-day and 15-day were 24,91 ± 12,81 and 22,11 ± 14,46, respectively, corresponding to a plaque removal of 50,24% for 7-day and 55,83% for 15-day. The results of manual toothbrush, Bitufo Class 32 soft, showed that plaque scores for 7-day and 15-day were 30,51 ± 13,85 and 24,31 ± 15,24, respectively, corresponding to 36,64% of plaque removal for 7- day and 49,51% for 15-day. Both powered and manual toothbrushes were effective in removing plaque after 7-day and 15-day relative to baseline. Although the powered toothbrush have removed more plaque than the manual toothbrush, theses results were not statistically significant. Based on the obtained results, it was concluded that the oral health status and oral hygiene habits performed by the studied elderly subjects were satisfactory. As for the effectiveness of powered toothbrushes versus the manual toothbrushes for elderly subjects, further research is needed.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8145
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4208_dissertaçao Cristiane Vasconcellos.pdf1.33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.