Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8162
Título: Quantificação de enterococcus faecalis por métodos de cultivo após o uso de antimicrobianos intracanais na terapia endodôntica
Autor(es): Oliveira, Flavia de Fátima Zanon
Orientador: Pereira, Rosana de Souza
Coorientador: Nunes, Ana Paula Ferreira
Palavras-chave: Enterococcus faecalis
Antimicrobianos
Endodontics
Antimicrobials
Data do documento: 24-Set-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIVEIRA, Flavia de Fátima Zanon. Quantificação de enterococcus faecalis por métodos de cultivo após o uso de antimicrobianos intracanais na terapia endodôntica. 2012. 100 f. Dissertação (Mestrado em Clínica Odontológica) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências da Saúde.
Resumo: Este estudo,in vitro , avaliou a susceptibilidade do Enterococos faecalis (E. faecalis) aos diferentes antimicrobianos intracanais utilizadas na terapia endodôntica. Trinta e seis molares inferiores extraídos de humanos foram autoclavados e contaminados comE. faecalis(ATCC29212) por 14 dias. Após o período de contaminação, os canais radiculares foram preparados com instrumentos rotatórios e divididos em dois grupos experimentais (n=26) e um grupo controle (n=8). Todos os procedimentos foram realizados na câmara de fluxo laminar. O grupo experimental foi irrigado com NaOCl 5,25% e dividido de acordo com a medicação intracanal: grupo 1 (n=13): gel de clorexidina 2% e grupo 2 (n=13): Ca(OH)2. O grupo controle foi tratado com solução salina 0,85%. Quatro coletas foram processadas para cada amostra: após o período de contaminação (A); imediatamente após a instrumentação (B); após 14 dias de medicação curativa (C) e sete dias após a remoção da medicação intracanal (D). Dois espécimes foram avaliados por microscopia eletrônica de varredura (MEV) a fim de observar a contaminação dos túbulos dentinários por este microorganismo. Observou-se significante redução de Unidades Formadoras de Colônias(UFCs) após o uso do irrigante NaOCl 5,25%, e após o uso das medicações à base de Ca(OH)2 e gel de clorexidina 2%. Os melhores resultados foram obtidos com o gel de clorexidina 2%, embora não tenham sido encontradas diferenças estatísticas significantes entre estas duas substâncias. Após um período de sete dias sem a medicação intracanal, observou-se um aumento significativo do número de UFCs para os grupos 1 e 2. A metodologia utilizada foi eficaz na contaminação dos túbulos dentinários por E. faecalis, o que pôde ser observado nas imagens obtidas dos dois espécimes preparados para MEV. O irrigante NaOCl 5,25% foi efetivo na redução da carga microbiana. As duas medicações intracanaisutilizadas foram capazes de reduzir o número E.faecalis neste sistema após o período de 14 dias. No entanto, nenhum antimicrobiano foi efetivo no controle da recontaminação do canal principal e dos túbulos dentinários por este microrganismo, após sete diassem medicação intracanal.
This in vitro study evaluated the susceptibility of Enterococcus faecalis (E. faecalis) to different intracanal antimicrobials used in endodontic therapy. Thirtysix human molars previously extracted were autoclaved and inoculated with E. faecalis (ATCC 29212) for 14 days. After the contamination period the specimens were instrumented by rotatory files and subdivided into two experimental groups (n = 26) and one control group (n = 8). All procedures were performed in laminar flow hood. The experimental group was irrigated with 5,25% NaOCl and divided according to intracanal medication: group 1 (n = 13): 2% chlorhexidine gel and group 2 (n = 13): Ca(OH)2. The control group was treated with 0,85% saline. Four samples were processed for each specimen: after the infection period (A), immediately after instrumentation (B), 14 days after healing medication (C) and seven days after removing the intracanal medication(D). Two specimens were infected and evaluated by SEM to observe the contamination of the dentinal tubules by this microorganism. There was a significant reduction in the Colony Forming Units (CFU) after using 5,25% NaOCl as an endodontic irrigant and after usingthe intracanal medications based on Ca(OH)2 and 2% chlorhexidinegel. Better results were obtained with 2% chlorhexidine gel, although there were not statisticals differences between these two substances. After seventh day without intracanal medication there was significant increase in the number of CFUs for group1 and 2. This methodology was capable to achieving the observation by SEM of the contamination in the main canal and dentinal tubules by E. faecalis. The 5,25% NaOCl was an effective irrigant. The two intracanal medications were capable to reduce the number of the E. faecalis in the root canal system after 14 days, but no antimicrobial was effective in preventing recontamination of the main canal and dentinal tubules by this microorganism, after seven days without intracanal medication.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8162
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5398_Dissertação_Flavia_-Norma_final (2) 2014 (1).pdf1.23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.