Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8176
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorAZEREDO, R. A.
dc.date.accessioned2018-08-01T23:26:16Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T23:26:16Z-
dc.identifier.citationMARTIN, G., Análise do Preparo de Canais Radiculares Realizado Pelos Alunos do Curso de Odontologia da Ufes Utilizando-se a Diafanizaçãopor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/8176-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleAnálise do Preparo de Canais Radiculares Realizado Pelos Alunos do Curso de Odontologia da Ufes Utilizando-se a Diafanizaçãopor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberPEREIRA, R. S.
dc.contributor.memberPICOSSE, L. R.
dcterms.abstractO primeiro contato dos acadêmicos do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Espírito Santo com a Endodontia ocorre no quinto período do curso na Disciplina de Endodontia I. Nele, os acadêmicos conhecem os princípios que permeiam a Endodontia: morfologia, acesso coronário, técnicas de preparo, desinfecção e a obturação do sistema de canais radiculares. O aprendizado ocorre em dentes previamente extraídos e precede o contato dos acadêmicos com a clínica endodôntica na Disciplina de Endodontia II no período seguinte. O objetivo dessa pesquisa foi analisar através da técnica de diafanização, os canais radiculares preparados durante a Disciplina de Endodontia I (laboratorial). Nestes se analisaram a qualidade das técnicas de preparo químico-mecânico quanto a modelagem do canal radicular e comparativamente o melhor resultado das mesmas, visualizou-se as características anatômicas do sistema de canais radiculares, comparou-se o exame radiográfico e a diafanização dos dentes e também se verificou se os alunos assimilaram os conhecimentos da Endodontia. Os dados coletados foram submetidos ao teste Binomial, teste Kappa e ao teste Qui-quadrado. Estes demonstraram que: quanto a modelagem dos canais radiculares analisados pela técnica da diafanização, 67% dos canais foram modelados com significância estatística de 0,002 (p<0,05); quanto à comparação entre as técnicas de preparo químico-mecânico utilizadas a freqüência relativa em relação à variável modelagem dos canais foi de 65,9% de canais modelados quando preparados pela técnica Escalonada Regressiva e de 68,2% de dentes modelados quando preparados pela técnica de Oregon Modificada (p=0,8206) estatisticamente não havendo diferença entre as técnicas; e quanto à concordância dos resultados da variável modelagem do canal, entre o exame radiográfico (73,8%) e a técnica da diafanização (67%) obteve-se um valor Kappa=0,511 mostrando uma concordância moderada entre as duas técnicas de visualização. Concluiu-se que: a modelagem dos canais foi satisfatória mostrando que os alunos estão assimilando os conhecimentos da Disciplina; a radiografia revelou-se limitada na visualização da modelagem dos canais e na visualização das características anatômicas do sistema de canais radiculares; e que a diafanização é uma técnica de visualização acessível e imprescindível para a evolução do ensino nas Disciplinas de Endodontia. Palavras-chave: Endodontia. Preparo do canal radicular. Diafanização.por
dcterms.creatorMARTIN, G.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2013-07-12
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Clínica Odontológicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Clinica Odontológicapor
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6679_ANÁLISE DO PREPARO DE CANAIS RADICULARES UTILIZANDO-SE A DIA.pdf1.78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.