Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8181
Título: Estudo do sistema de canais radiculares em dentes com hipercementose
Autor(es): Farias Junior, Jairo Ferreira de
Orientador: Azeredo, Rogério Albuquerque
Palavras-chave: Hipercementose
MEV
Diafanização
Canais radiculares
Hypercementosis
Clearing technique
Root canals
Data do documento: 7-Out-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FARIAS JUNIOR, Jairo Ferreira de. Estudo do sistema de canais radiculares em dentes com hipercementose. 2014. 91 f. Dissertação (Mestrado em Clínica Odontológica) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências da Saúde.
Resumo: O tratamento endodôntico tem a finalidade de manter o elemento dental sem vitalidade, para que este continue a exercer suas funções na fisiologia bucal, sem se tornar um agente propiciador de doenças aos tecidos periapicais (GROSSMAN, 1937; SOMMER et al. 1966; COHEN E HARGREAVES, 2011). Cohen e Hargreaves (2007) afirmam que os objetivos principais da terapia endodôntica são a perfeita limpeza, a configuração de todos os espaços pulpares e a obturação completa desses espaços com material de preenchimento inerte.É conhecido que o maior causador de insucessos no tratamento endodôntico é a inabilidade de localizar e tratar todos os condutos do sistema de canais radiculares. E esse risco é alto devido à complexidade do sistema; o que aumenta a chance de serem deixados condutos sem tratamento (CANTATORE; BERUTI; CASTELUCCI, 2009). Galafassi (2007) destaca a complexidade do sistema de canais radiculares; que além do canal radicular principal, existe uma rede de canais acessórios, secundários, laterais, intercanais, delta apicais.Okumura, em 1918 preconizou a técnica de diafanização, que consiste na injeção de tinta Nanquim dentro do sistema de canais radiculares que permitiu a visualização tridimensional do sistema de canais e suas ramificações, sem que para isso fosse afetada a forma dentária. Embora seja uma técnica puramente laboratorial, pode e deve ser aplicada no aprendizado da Endodontia nas disciplinas pré-clínicas (OMER et al., 2004; AZEREDO et al., 2005; PÉCORA, 2005). A hipercementose é uma deposição excessiva de cemento não-neoplásico que é contínuo ao cemento radicular normal. Os dentes afetados demonstram espessamento da raíz; e o espaço radiotransparente do ligamento periodontal e a lâmina dura estão intactos (NEVILLE et al., 2004). Barros (1999) em seu estudo verificou que a hipercementose aumenta consideravelmente o número de canais acessórios, secundários e deltas apicais e que o canal principal encontra-se constricto no terço apical e associado à mudança da trajetória original ou a canais laterais, secundários, acessórios e deltas apicais. A hipercementose é uma deposição excessiva de cemento sobre sua camada normal, promovendo o espessamento da raíz, com espaço do ligamento periodontal e lâmina dura intactos. É sabido que a inabilidade de localizar e promover a completa remoção de restos orgânicos e bactérias do sistema de canais é o maior causador de insucessos no tratamento endodôntico. Diante disso, nosso trabalho contribui para o conhecimento do sistema de canais em dentes com hipercementose. O objetivo dessa pesquisa é a descrição do sistema de canais em dentes com hipercementose através das técnicas de diafanização e microscopia eletrônica de varredura (MEV), onde observou-se algumas das características anatômicas do sistema de canais e a presença de forames acessórios. Dentre os resultados encontrados, o grupo mais afetado pela hipercementose foi o dos prémolares inferiores. Canais secundários foram encontrados em 60% dos primeiros molares superiores, 88,8% dos segundos molares superiores, 62,5% dos primeiros pré-molares inferiores, 75% dos caninos inferiores e 71,4% dos incisivos inferiores. Deltas apicais foram vistos em 50% dos primeiros pré-molares inferiores. Nas amostras estudadas no MEV foram observados forames acessórios. Sugere-se que a hipercementose resulta em aumento considerável do número de canais secundários em todos os grupos dentais estudados, aumenta a frequência de deltas apicais em caninos e pré-molares inferiores, além de aumentar o número de forames acessórios em todos os grupos dentais estudados.
The hypercementosis is an excessive deposition of cementum on the normal layer, promoting the thickening of the root, maintaining intacts the periodontal ligament space and hard plate. It is known that the inability to locate and promote the complete removal of organic debris and bacteria from the canal system is the major cause of failure in endodontic treatment. Therefore, this research contributes to increase the knowledge regarding the canal system in teeth with hypercementosis.The aim of this research is to describe the canal system in teeth with hypercementosis through clearing and scanning electron microscopy (SEM) techniques, where we observed some of the anatomical characteristics of the canal system and the presence of accessory foramina. Among the findings, the most affected group by hypercementosis was mandibular premolars. The secondary canals were found in 60% of maxillary first molars, 88.8% of maxillary second molars, 62.5% of mandibular first premolars, 75% of mandibular canines and 71.4% of mandibular incisors. The apical deltas were seen in 50% of mandibular first premolars. In the samples studied in the SEM many accessory foramina were observed. It is suggested that the hypercementosis results in considerable increase in the number of secondary canals in all studied tooth groups, increases the frequency of apical deltas in mandibular canines and mandibular premolars and increase the number of accessory foramina in all tooth groups studied.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8181
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8175_DISSERTAÇÃO - COMPLETA JAIRO FERREIRA.pdf7.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.