Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8192
Título: Atividades educativas em saúde no pré-natal : fatores intervenientes
Autor(es): Schwab, Flávia Carneiro Bastos de Souza
Orientador: Santos Neto, Edson Theodoro dos
Palavras-chave: Saúde materno-infantil
Educação pré-natal
Sistema único de saúde
Prenatal education
National health system
Family health
Data do documento: 11-Set-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SCHWAB, Flávia Carneiro Bastos de Souza. Atividades educativas em saúde no pré-natal: fatores intervenientes. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado em Clínica Odontológica) - Universidade Federal do Espirito Santo, Centro de Ciências da Saúde.
Resumo: Objetivo: Verificar os fatores associados à realização das atividades educativas em saúde bucal durante o acompanhamento pré-natal na Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito santo. Métodos; Um estudo transversal foi realizado em 2010, utilizando-se uma amostra de 1035 puérperas que foram entrevistadas na ocasião do pós-parto em maternidades públicas ou conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).Inicialmente, uma análise descritiva foi realizada . Em seguida utilizou-se o teste Qui-quadrado para testar a associação entre a puérpera ter recebido atividades educativas por meio de reuniões e/ou grupo gestante na unidade de saúde e/ou por meio de visita domiciliar e variáveis proximais, intermediárias e distais. A análise de Regressão Logística Binomial foi utilizada para verificar os fatores intervenientes na realização das atividades educativas pela puérpera , considerando um nível de significância de 5% para a manutenção das variáveis independentes no modelo final.Resultados:As informações mais recebidas pelas gestantes durante o pré-natal foram :a vantagem da amamentação exclusiva até seis meses de vida (52,0%) e a importância de uma alimentação saudável para a criança(51,4%) e a menos recebida foi a importância do uso do flúor na saúde(18,9%). Na Regressão Logística Binomial , permaneceram no modelo final apenas número de consultas pré-natais e a modalidade de cobertura dos serviços de saúde (p<0,05).Conclusão: A organização dos serviços de saúde no que se refere a capacidade de oferecer maior frequência de contato nas consultas pré-natais e modalidade de atenção pautada na Estratégia em Saúde da Família, são fatores mais importantes no recebimento de atividades educativas do que características pessoais e condições socioeconômicas das puérperas no SUS.
Objective: To verify the factors associated with the implementation of educational activities on oral health during prenatal care in the Metropolitan Region of Greater Vitoria, Espirito Santo. Methods: A cross-sectional study was conducted in 2010, utilizing a sample of 1,035 puerperae who were interviewed during the postpartum period in public midwifery practices or associated with the Sistema Único de Saúde (SUS); or the “National Health System (SUS).” Initially, a descriptive analysis was conducted. Subsequently, a Chi-square test was utilized to test the correlation between “the puerpera who received educational activities through meetings and/or gestational groups at the clinic and/or through home visits” and proximal, intermediate, and distal variables. A Binomial Logistic Regression was utilized to verify the intervenient factors in the implementation of educational activities by the puerpera, considering a significance level of 5%, for the maintenance of the independent variables on the final model. Results: The most widely received information by the pregnant women during prenatal care was: “the advantages of exclusive breast feeding until the age of six months” (52%) and “the importance of a healthy diet for the child” (51.4%) and the least received was “the importance of fluoride use on health” (18.9%). In the Binomial Logistic Regression, only the number of prenatal appointments and the modality of health services coverage remained in the final model (p<0.05). Conclusion: The organization of the services, as in the increased frequency of patient-provider interaction during prenatal visits and the quality of attention given to patients, as described by the Family Healthy Strategy, are more important factors in terms of receiving educational activities than personal characteristics and socioeconomic status in the SUS puerperas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8192
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9245_Dissertacao_Flavia_15_08_2015 revisado Monick FIM.pdf2.48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.