Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8200
Título: Avaliação clínica periodontal e perfil microbiológico do biofilme subgengival em mulheres portadoras de câncer de mama
Autor(es): Bernhard, Vivian Rodrigues
Orientador: Feitosa, Alfredo Carlos Rodrigues
Coorientador: Pinel, Roberta Grasselli Batitucci
Palavras-chave: Doença periodontal
Câncer de mama
Microbiota oral
Biofilme subgengival
Data do documento: 18-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O entendimento da cavidade oral como uma fonte de infecção focal à distância tem sido discutido há décadas. Neste contexto, muitos estudos consideram a doença periodontal como um fator de risco em potencial associada às doenças sistêmicas, tais como, parto prematuro e baixo peso ao nascimento, doença pulmonar, diabetes, aterosclerose e problemas cardiovasculares. Além disso, uma relação entre doença periodontal e câncer mostra que indivíduos jovens com lesões periodontais e com perda dos dentes molares possuem maior risco para morte prematura de doenças fatais, tais como, neoplasias malignas e doenças cardiovasculares. Por sua vez, outros estudos sugerem associação da periodontite com câncer de mama, próstata, pâncreas, pulmão, câncer do trato digestivo como um todo, câncer coloretal, bexiga, próstata e colo uterino. OBJETIVO: Avaliar a condição clínica periodontal e microbiológica do biofilme subgengival em mulheres com câncer de mama assistidas no Hospital Universitário Cassiano Antônio de Morais (HUCAM) no Espírito Santo. METODOLOGIA: Estudo transversal com participação de 44 mulheres voluntárias com câncer de mama portadoras de doença periodontal. Parâmetros clínicos periodontais e 144 amostras de biofilme subgengival foram submetidas à extração do DNA por meio da técnica de hibridização Checkerboard DNA-DNA. A análise estatística caracterizou-se por meio da frequência observada, porcentagem, média, mediana e desvio padrão, além de estatísticas de testes adotando-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: Bolsas periodontais de 4,0mm a 5,0mm apresentaram frequência de 59%; o nível clínico de inserção para bolsas ≥6,0mm alcançou 71,8%; o sangramento à sondagem atingiu média de 27,6%; e a média de índice de placa visível foi de 45,7%. A bactéria Tannerella forsythia (62,7%) mostrou significância para bolsas moderada (p<0,01) e nível clínico de inserção (p=0,440), enquanto a bactéria Parvimonas micra (62,8%) apresentou significância para bolsas profundas (p<0,01) e nível clínico de inserção (p<0,001). As bactérias do complexo amarelo, Streptococcus oralis, S. intermedius e S. gordonii apresentaram significância para bolsas profundas e nível clínico de inserção ≥6,0mm. CONCLUSÃO: Alguns estudos mostram a relação entre a carga bacteriana e o desenvolvimento e progressão do câncer, sendo justificável o controle do biofilme oral a fim de reduzir a 8 carga microbiana da boca para combater o desenvolvimento carcinogênico. Apesar do papel das bactérias periodontopatogênicas na etiopatogênese da lesão de câncer de mama ainda não estar esclarecida na literatura, mais estudos clínicos randomizados controlados são necessários para determinar se existe qualquer elemento causal na associação da doença periodontal e câncer de mama.
The understanding of the oral cavity as a source of infection at distance has been discussed for decades. In this context, many studies consider periodontal disease as a potential risk factor associated with systemic diseases such as premature delivery and low birth weight infants, lung disease, diabetes, atherosclerosis and cardiovascular disorders. Furthermore, a relationship between periodontal disease and cancer shows that young individuals with periodontal lesions have higher risk of premature death of fatal diseases such as malignant neoplasms and cardiovascular disease. In turn, other studies suggest an association of periodontitis with breast, prostate, pancreas, lung, cancers of the digestive tract as a whole, colorectal cancer, bladder, prostate and cervix. OBJECTIVES: To evaluate the periodontal clinical condition and microbiological of the subgingival biofilm in women with breast cancer assisted at the Hospital Universitário Cassiano Antônio de Morais (HUCAM) in the Espírito Santo. METHODS: Cross-sectional study with the participation of 44 volunteer women with breast cancer suffering from periodontal disease. Clinical periodontal parameters and 144 samples of subgingival biofilm were extracted and analyzed through hybridization technique Checkerboard DNA-DNA. Statistical analysis was characterized by the observed frequency, percentage, mean, median and standard deviation, and test statistics adopting the significance level of 5%. RESULTS: Periodontal pockets 4,0mm to 5,0mm showed 59% rate; the clinical attachment level of ≥6,0mm reached 71.8%; bleeding on probing reached an average of 27.6%; and the average visible plaque index was 45.7%. The Tannerella forsythia (62.7%) showed significance for moderate pockets (p)
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8200
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9469_VIVIAN BERNHARD Dissertação DEFESA 18.12.2015 (3).pdf1.75 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.