Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8213
Título: Plantas de cobertura e qualidade do solo na região dos tabuleiros costeiros
Autor(es): Nicole, Lucas Rodrigues
Orientador: Pires, Fábio Ribeiro
Data do documento: 23-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: No Norte do Espírito Santo, região dos Tabuleiros Costeiros, em face da escassez de água nos anos recentes, tem-se observado uma migração de áreas antes cultivadas com mamão e café, sob aspersão via pivô central, para grãos no sistema de plantio direto, particularmente, feijão e milho. Nessas áreas, recém iniciadas no sistema, a formação e a persistência de palhada tem sido uma das maiores limitações. O uso de plantas de cobertura, além da formação de palhada, é capaz de melhorar os atributos físicos, químicos e biológicos do solo, tornando um sistema agrícola mais sustentável. Objetivou-se avaliar a qualidade do solo em função do cultivo de plantas de cobertura e seu potencial para formação de palhada visando à adoção do sistema de plantio direto no Norte do Espírito Santo, sob diferentes regimes hídricos. O experimento foi conduzido a campo, em um Argissolo Amarelo distrófico, delineamento experimental em DBC, em parcelas subdivididas, com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos nas parcelas por dois regimes hídricos e nas subparcelas por seis plantas de cobertura, sendo quatro cultivares de Pennisetum glaucum (L.) R. Brown (milheto: ADR 300, ADR 500, ADRf 6010 e BRS 1501), uma Canavalia ensiformis (L.) DC. (feijão-de-porco) e uma Brachiaria ruziziensis Germain & Evrard, cv. Comum (braquiária). Foi avaliado o desempenho agronômico das plantas de cobertura (altura de plantas, área foliar, teor de clorofila, desenvolvimento de raízes, índice de cobertura, produção de fitomassa, fitomassa remanescente e taxa de decomposição) e a qualidade do solo sob essas plantas (atributos químicos e biológicos). O feijão-de-porco e o milheto ADRf 6010 apresentam resistência à deficiência hídrica para a maioria das variáveis de desempenho agronômico estudadas. O feijão-de-porco e a Brachiaria ruziziensis apresentam as menores taxas de decomposição e maior tempo de meia-vida. Entre os milhetos isso ocorre para a cultivar ADR 300. Considerando índice de cobertura do solo, produção de matéria seca e taxa de decomposição, o milheto ADR 300, nos xi dois regimes hídricos, é a planta mais indicada para formação de palha e cobertura do solo. O regime hídrico interfere nos atributos químicos do solo, com maior influência em pH, K+ , Na+ , H+Al, V e MO, sobretudo na camada 0-20 cm. O uso de plantas de cobertura promove o incremento dos atributos químicos do solo. A cultivar de milheto ADRf 6010 e a Brachiaria ruziziensis promovem melhoria na qualidade biológica do solo, aumentando os níveis de CBM e qMIC e diminuindo qCO2. O acúmulo de matéria orgânica em superfície e sua consequente mineralização resulta em incrementos na qualidade biológica do solo. Diante dos principais resultados, verifica-se potencial de consolidação do sistema de plantio direto na região dos Tabuleiros Costeiros, incrementando os atributos químicos e biológicos do solo com uso de plantas de cobertura adaptadas à condição de deficiência hídrica.
Descrição: Arquivo da dissertação atualizado em 23.12.2020, solicitado pela Secretaria Unificada de Pós-Graduação CEUNES/UFES a pedido do aluno.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8213
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO MESTRADO - LUCAS RODRIGUES NICOLE.pdf3.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.