Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8215
Título: Atributos microbiológicos e químicos do solo sob diferentes sistemas de manejo
Autor(es): OLIOSI, G.
Orientador: PARTELLI, F. L.
Palavras-chave: Coffea canephora
Hevea brasiliensis
Brachiaria brizantha
Data do documento: 17-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIOSI, G., Atributos microbiológicos e químicos do solo sob diferentes sistemas de manejo
Resumo: A demanda por sistemas sustentáveis de produção tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, de forma que busca-se sistemas de cultivos que possam aliar a produção agropecuária à manutenção da qualidade do solo, garantindo a segurança alimentar e a produtividade dos nossos solos para as futuras gerações. Deste modo, objetivou-se com este trabalho avaliar as alterações dos atributos microbiológicos e químicos do solo sob diferentes sistemas de cultivo, em diferentes épocas. O experimento foi realizado no município de Jaguaré-ES, onde foram avaliados cinco sistemas de manejo do solo, sendo, 01- café Conilon em monocultivo, 02- café Conilon consorciado com seringueira, 03- seringueira em monocultivo, 04- pastagem de Brachiaria brizantha, e 05- fragmento de mata Atlântica. As análises microbiológicas do solo foram realizadas no inverno e verão, e as análises químicas somente no verão, ambas na profundidade de 0 a 10 e 10 a 20 cm. Os dados foram submetidos à análise multivariada e análise descritiva das variáveis, com média e erro padrão da média. Os atributos microbiológicos do solo não apresentaram alteração expressiva quanto às épocas avaliadas, evidenciando que a frequente ocorrência de maiores valores no verão está associada às altas precipitações aliada às altas temperaturas. A adoção de sistemas de manejo com café e seringueira em consórcio ou em monocultivo, e pastagem de Brachiaria brizantha, nas condições estudadas, apresentaram pouca alteração nos atributos microbiológicos do solo, mostrando-se como alternativas viáveis para promover a sustentabilidade do solo, aliada a produção agropecuária. Os atributos químicos do solo variam independente dos atributos microbiológicos nos sistemas de manejo avaliados, sendo mais influenciados pelas adubações e correções do solo, de modo que nem sempre a área com melhores atributos químicos apresentarão melhores atributos microbiológicos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8215
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10694_74 - Gleison Oliosi.pdf1.9 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.